» » » NOVA PALMEIRA PB: EM ASSEMBLEIA LOTADA, PROPOSTA DE PREFEITO PARA PAGAMENTO EM ATRASO DOS SERVIDORES É VAIADA

 
Sindicato dos Servidores Públicos Municipais da Região do Curimataú e Seridó da Paraíba – Sinpuc, em assembleia extraordinária, reuniu nesta quarta-feira (22/10), em sua sede com as diversas categorias dos servidores públicos do município de Nova Palmeira, Seridó paraibano.

A presidente do Sinpuc, professora Edilândia Ferreira, iniciou com alguns informes e que, logo em seguida, foi diretamente pra pauta mais esperada da assembleia que é o contínuo atraso de pagamento dos servidores. A primeira abordagem foi relacionada com a situação dos aposentados e pensionistas.

“É uma verdadeira falta de respeito com os aposentados e pensionistas. Como é que esses senhores, já de idade, trabalharam a vida e inteira e que, no momento de descanso, tranqüilidade, não recebem seus salários em dia”, afirma Edilândia, enaltecida e aplaudida em massa por todos que ali se fazia presente.

Ainda com relação aos aposentados e pensionistas, ficou decidido que será realizado encaminhamento de denúncia para o Ministério Público.

Com a sede lotada, o Secretário Geral do Sinpuc, professor Sebastião José dos Santos (Tião de Bebé), leu o ofício de negociação encaminhado ao sindicato pelo o senhor prefeito. No documento, para os servidores presentes, o ofício serviu de chacota, onde o gestor se comprometeria pagar o mês de setembro a uma parte da categoria no decorrer do mês de novembro. Ou seja, onde esses servidores já completariam dois meses de atraso. A revolta tomou conta e o documento lido ignorado e respondido por vaias pela grande maioria ali presente.

Houve também a participação ativa de outros membros do Sinpuc, como o professor Marizaldo Júnior, a assistente social Valéria Medeiros e outros representantes das diversas categorias.

O professor Valdi Medeiros mostrou valores em R$ dos demonstrativos disponibilizados pelo Banco do Brasil, utilizando comparações entre os anos de 2014 e 2015 e concluiu que houve oscilações nos repasses. Portanto, não seria suficiente para que a Prefeitura Municipal chegasse a tal descontrole financeiro.

No final da assembleia, ficou deliberado que o Sinpuc encaminhasse a Câmara Municipal de Vereadores de Nova Palmeira, uma solicitação de uma Audiência Pública, inclusive solicitando a presença do prefeito.

Em avaliação, ficou bem claro a insatisfação do povo de Nova Palmeira com a atual gestão municipal. O Sinpuc espera que haja providências tomadas o mais breve possível para resolver esse grande problema administrativo que os nova-palmeirenses vêm enfrentando nos últimos anos.

Imagem: Alex Barros
Nova Palmeira Notícia

Postador Sebastião Barbosa

«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário :

receba nossas atualizações no seu Email

PESQUISE AQUI