» » » OPERAÇÃO DESMONTA ESQUEMA DE SONEGAÇÃO FISCAL QUE TERIA CAUSADO PREJUÍZO DE R$ 133 MILHÕES NA PARAÍBA


A Operação Cinderela iniciou o cumprimento de mandados hoje (27), em João Pessoa, na Paraíba, e em Natal, no Rio Grande do Norte, contra suspeitos de envolvimento em sonegação fiscal, falsidade ideológica, uso de documento falso e de "testa de ferro". O prejuízo aos cofres públicos chega a R$ 133 milhões. Mandados O esquema é considerado um dos três maiores sonegadores da Paraíba. Foram expedidos para cumprimento três mandados de prisão preventiva e busca e apreensão e outros três apenas de busca e apreensão. Entre os crimes já citados, a soma das penas chega a 15 anos de prisão.
Investigados e empresasOs alvos dos mandados de prisão e busca são as casas dos investigados, em João Pessoa e em Natal. Já os mandados apenas de busca e apreensão têm cumprimento nas empresas de um dos suspeitos.
Equipe da Operação Cinderela
Foram empenhados na Operação Cinderela sete delegados da Polícia Civil, 45 policias civis, dois Promotores de Justiça da Promotoria de Crimes Contra a Ordem Tributária, 21 Auditores Fiscais da 1ª Gerência Regional e uma equipe do Corpo de Bombeiros.
A atuação foi conjunta entre Delegacia de Crimes Contra a Ordem Tributária/DCCOT, Ministério Público da Paraíba (MPPB), através da Promotoria de Justiça de Crimes Contra a Ordem Tributária e Secretaria de Estado da Receita.
Da suspeita à investigação
Segundo informações da Secretaria de Estado da Receita, as investigações preliminares realizadas pela Delegacia de Crimes Contra a Ordem Tributária, mostraram que os envolvidos agiam, em conjunto, através do esquema de "laranja ou testa de ferro". O objetivo era camuflar suas operações comerciais e fraudar a fiscalização tributária.
Uma coletiva de imprensa acontecerá, às 10h30, no Auditório da Central de Polícia Civil, em João Pessoa, e tratá mais detalhes sobre o caso.
Fonte: Portal Tambau

Postador Renilson Gomes

«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário :

receba nossas atualizações no seu Email

PESQUISE AQUI