» » » Gravida e Cabo da PM são mortos a tiros em JP

Mais um policial militar foi assassinado na Grande João Pessoa. Dez dias após o assassinato do tenente-PM Ulisses, em Mangabeira, na Capital, bandidos mataram, ontem, um cabo-PM conhecido como Laurentino. O crime aconteceu durante confronto com criminosos em um bar no distrito Várzea Nova, próximo a Santa Rita. Ele foi atingido por dois tiros na cabeça e morreu no local.

O alvo dos bandidos seria uma mulher grávida que trabalhava no bar, que foi baleada. Ela chegou a ser levada para o Hospital de Trauma, em João Pessoa, mas também morreu. A mulher estava com sete meses de gestação. O crime teria sido cometido por dois homens, que chegaram em um carro no bar.
Após os primeiros disparos contra a mulher, o cabo-PM tentou reagir e foi baleado. Ainda não há pistas sobre a dupla responsável pelos dois homicídios em Santa Rita.
Ano passado, seis policiais militares foram assassinados na Paraíba. Conforme levantamento feito pela Polícia Militar da Paraíba, dos seis homicídios, apenas um deles  foi morto em serviço, na cidade de Santa Rita. Nos demais casos, três foram assassinados em horário de folga e outros dois eram policiais militares reformados.



MAIS PB 

Postador Sebastião Barbosa

«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário :

receba nossas atualizações no seu Email

PESQUISE AQUI