» » » Primeiro caso de microcefalia no Brasil causado pela Zika Vírus foi em Campina

O prefeito Romero Rodrigues comentou sobre a reunião realizada na tarde dessa quinta-feira, 19, no auditório da Secretaria de Cultura, para definir as metas que atuam em combate ao mosquito Aedes Aegypti, que transmite o Zika Vírus e possivelmente está ocasionando casos de microcefalia em bebês.
As ações para combater o mosquito, segundo Romero, serão iniciadas no bairro da Malvinas na próxima segunda-feira, 23, às 8h.
O prefeito também ressaltou que o alto número de bebês que nasceram com microcefalia no Nordeste está causando pânico em todo o país.
– Nós estamos diante de uma epidemia e estamos diante de uma calamidade, em função da contaminação de gestantes com o Zika Vírus e, evidentemente, a associação da microcefalia que tem, na realidade, criado pânico no Brasil inteiro. Então, todo está mundo atônito sem saber o que fazer – disse.
Romero informou que mais uma criança em Campina Grande com microcefalia nasceu nesta sexta-feira, 20, no hospital da CLIPSI.
– Vou usar um termo forte. Parece uma guerra biológica e só quem conseguiu ter acesso alguma fotografia de alguma criança que teve uma sequela um pouco maior é que pode ter noção mínima do que estamos dizendo neste instante. Nós estamos, talvez, diante de uma geração de crianças que estão com esses problemas – falou.
Romero ressaltou que o primeiro caso de microcefalia ocasionado pelo Zika Vírus no Brasil foi diagnosticado, através de exames, em Campina Grande.
As informações foram veiculadas na Rádio Caturité AM.
FONTE: paraíba online 

Postador Sebastião Barbosa

«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário :

receba nossas atualizações no seu Email

PESQUISE AQUI