» » » Flamengo não resiste a fúria azul, perde para o Grêmio e cai para 11º

Um lançamento primoroso de Douglas, a calma de Luan e o destempero de Guerrero foram os fatores determinantes para mais uma vitória do Grêmio em sua arena neste domingo. Depois de um primeiro tempo de poucas chances, e com domínio rubro-negro, o meia da equipe gaúcha achou, aos seis minutos da etapa final, o jovem de 22 anos livre no ataque para resolver com frieza de veterano. Luan driblou Paulo Victor e, com um defensor rival em cima da linha, ainda esperou a chegada de Éverton, que entrou no intervalo. Foi só empurrar para a rede e decidir a partida. A partir daí, os tricolores dominaram o jogo, criaram diversas chances, e ainda ampliaram, em contra-ataque, com Bobô: 2 a 0.


Com a vitória, o Grêmio chega aos 59 pontos e mantém a distância em relação ao Santos e ao São Paulo, que também venceram nesta rodada e chegaram aos 53. Firme no G-4, em terceiro lugar, o time gaúcho enfrentará o Sport, na Ilha do Retiro, no próximo domingo e pode encostar no vice-líder Atlético-MG, que soma 62 pontos após a derrota para o Corinthians no Independência. O Flamengo, por sua vez, praticamente dá adeus às chances de classificação para a Libertadores de 2016. Com 44 pontos, o time comandado por Oswaldo de Oliveira agora deve cumprir tabela no Brasileiro. Nos últimos oito jogos, sete derrotas. Na próxima rodada, enfrentará o Goiás, no Maracanã.

O jogo começou movimentado, com ambos os times buscando o ataque. O Flamengo mostrou mais ímpeto ofensivo, com o Grêmio esperando erros que permitissem contra-ataques em velocidade. Mas os dois times apresentaram bastante dificuldade na criação. Sustos só para o goleiro gaúcho. Primeiro na tentativa sem direção de Gabriel, aos 20, e depois aos 37, quando Guerrero achou Canteros na área. Mas a finalização de letra terminou no lado de fora da rede. Pelo Grêmio, Giuliano era quem dava mais trabalho, mas foi Luan que finalmente forçou Paulo Victor a uma defesa, já aos 47.

No segundo tempo, tudo mudou. Bastaram seis minutos para Douglas fazer um lançamento primoroso para Luan, que teve calma de veterano. O atacante driblou Paulo Victor e, com um defensor rubro-negro em cima da linha, esperou a chegada de Everton, que entrou no intervalo, para completar com o gol vazio: 1 a 0. A situação para os gaúchos ficou ainda mais tranquila quando o principal nome do time carioca, Paolo Guerrero, acabou expulso ao reclamar com gestos de um cartão amarelo aplicado pelo árbitro. A partir daí, amplo domínio do Grêmio, chances perdidas, e mais um gol, de Bobô, em contra-ataque, tocando na saída de Paulo Victor.



GE

Postador Sebastião Barbosa

«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário :

receba nossas atualizações no seu Email

PESQUISE AQUI