» » » Mulher morre com tiro na cabeça e ex-marido suspeito diz que foi acidental, na PB

Um jovem de 18 anos foi preso na tarde desta quinta-feira (10) suspeito de ter assassinado a ex-esposa, também de 18 anos, com um tiro na cabeça, em um sítio que fica na Zona Rural do município de Araçagi, no Brejo paraibano, a 91 km de João Pessoa. Segundo a polícia, o rapaz afirmou que o tiro foi acidental, mas as suspeitas são de que ele teria matado a vítima à queima roupa porque a mulher estaria em um relacionamento com o irmão dele.


Segundo o tenente-coronel Marcos Valério, comandante da Polícia Militar em Guarabira, que é responsável pela segurança na região, o caso aconteceu na casa do pai do suspeito. 

“Eles estavam dentro da casa do pai do suspeito, conversando. O rapaz afirmou que foi mexer na arma e ela acabou caindo no chão, disparando acidentalmente, atingindo a mulher”, disse o policial.

Após o disparo, o suspeito teria acionado o Samu, que socorreu a vítima para um hospital em Guarabira, mas a mulher não resistiu aos ferimentos e morreu. 

Momentos após o crime, a Polícia Militar foi até o local, apreendeu a arma e deteve o suspeito, que foi levado para a Delegacia de Polícia Civil em Araçagi.
De acordo com o delegado Seccional de Guarabira, Wallber Virgolino, a hipótese de disparo acidental foi descartada.
“Está descartado [o disparo acidental]. Não tem como uma arma cair no chão e atingir o meio da testa de uma pessoa. O rapaz apontou a arma para a cabeça da vítima e efetuou o disparo à queima roupa. Ele não se conformava [com o fato] da mulher ter se separado dele e estar em um relacionamento com o irmão dele. O suspeito está preso e vai responder por homicídio”, afirmou o delegado.



PORTAL  CORREIO 

Postador Sebastião Barbosa

«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário :

receba nossas atualizações no seu Email

PESQUISE AQUI