» » » Deputado Efraim Filho (DEM-PB) assume a presidência da CPI dos Fundos de Pensão.

O deputado Efraim Filho (DEM-PB) assumiu nesta tarde a presidência da CPI dos Fundos de Pensão. Em seu discurso de instalação da CPI, o parlamentar de oposição disse que a comissão vai se aprofundar nas gestões fraudulentas nos fundos e que pretende "revirar as entranhas dessas caixas-pretas".



O PT ficou com a primeira vice-presidência, que foi designada a Paulo Teixeira (SP). Na relatoria foi confirmada a indicação de Sérgio Souza (PMDB-PR), ex-suplente da senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR). "Como relator, nós pretendemos ir a fundo", declarou o peemedebista, afirmando que seu trabalho será "mais técnico do que político".
Para segundo-vice presidente foi eleito Samuel Moreira (PSDB-SP) e na terceira vice-presidência ficou Hissa Abrahão (PPS-AM).


Diante de uma plateia de participantes de fundos de pensão, como Postalis (dos Correios) e Funcef (Caixa), os membros da comissão falaram em "passar a limpo" os fundos e elogiaram a coragem do presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), de autorizar o funcionamento desta comissão.


Leia Mais:http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,presidente-de-cpi-promete-revirar-caixas-pretas-de-fundos-de-pensao,1742790
Assine o Estadão All Digital + Impresso todos os dias
Siga @Estadao no Twitter
Leia Mais:http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,presidente-de-cpi-promete-revirar-caixas-pretas-de-fundos-de-pensao,174279Assine o Estadão All Digital + Impresso todos os diaEm seu discurso de instalação da CPI, o parlamentar Efraim Filho de oposição disse que a comissão vai se aprofundar nas gestões fraudulentas nos fundos e que pretende "revirar as entranhas dessas caixas-pretas".

“A grande novidade desta CPI é que não há uma investigação paralela”, disse Efraim, em alusão à CPI da Petrobras, que acontece em paralelo à Operação Lava Jato, da Polícia Federal, sobre desvio de recursos da Petrobras.

Para a relatoria foi escolhido o deputado Sérgio Souza (PMDB-PR). Ele falou que o trabalho da comissão poderá ir além da investigação dos fundos de pensão da Petrobras (Petros), dos Correios (Postalis), da Caixa Econômica Federal (Funcef) e do Banco do Brasil (Previ). “Nós não podemos nos restringir a esses fundos. O Parlamento tem obrigação de fiscalização. Se tiver indícios em outros fundos com certeza vamos avançar”, disse.


Por fim, com 19 votos a favor e um em branco, Efraim Filho, do DEM, foi conduzido à presidência. Teixeira obteve 14 votos a favor para a 1ª vice, enquanto o tucano Samuel Moreira e Hissa Abraão, do PPS, receberam 20 votos cada. Ao assumir a cadeira, Efraim confirmou a escolha de Souza para a relatoria.


A primeira reunião de trabalho da comissão deve ocorrer na próxima semana. O objetivo é investigar denúncias de irregularidades na gestão dos fundos. Formados com recursos de contribuições de trabalhadores, os fundos participam de vários setores da economia e alguns têm registrado resultado negativo nos últimos anos.
— Não se pode brincar com a vida das pessoas. O que se tem visto é a decisão de algumas gestões de ir além dos riscos de mercado e optar por uma gestão temerária e, algumas vezes, fraudulenta. Iremos em busca a verdade, doa em quem doer — disse Efraim Filho.







Por Hossa Freitas
Jornal folha Informa
Fotos / L Barbosa.

Postador Sebastião Barbosa

«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário :

receba nossas atualizações no seu Email

PESQUISE AQUI