» » » Andressa Urach revela que ‘faturava R$ 15 mil para fazer sexo’

Andressa Urach está prestes a lançar sua biografia, no final de agosto, e o site Daily Mail teve acesso a alguns trechos do livro mais polêmico e aguardado deste ano.
Em seu relato, Urach revela como se tornou uma das prostituas mais caras e desejadas do Brasil, chegando a cobrar R$ 15 mil pela hora e com uma lista de clientes milionários, famosos, jogadores de futebol e empresários.

“Eu transformei meu corpo em um peça de mercadoria barata. Entreguei minha intimidade para centenas, quem sabe, milhares de homens em apenas 27 anos de vida, estrelando as cenas mais humilhantes para qualquer mulher. Ricos, pobre, maníacos, pervertidos, ladrões, pedófilos, sadomasoquistas…”, contou ela.
Depois de conseguir ingressar no mundo da fama, Urach passou a chamar a atenção pelo corpo perfeito, construídos com plásticas e substâncias.
“Eu me tornei, infelizmente, uma das prostitutas mais caras e desejadas do país. Meu corpo estava perfeito, em função das plásticas e dos anabolizantes e esteroides que eu tomei, isso chamou a atenção”.
Na fissura por ser cada dia mais famosa, a modelo conta que topava qualquer coisa para subir vida.
“Eu aceitei participar de orgias apenas para chegar perto de pessoas famosas, convencida de que eles poderiam me ajudar a subir vários degraus. Cantores, empresários bem sucedidos, famosos, jogadores de futebol. Nada me parava e eu não media esforços para me tornar rica. Fiz tudo por fama e dinheiro, eles eram meus ‘deuses’”.
Em determinado momento na carreira de Urach, a mídia brasileira chegou a falar sobre uma de suas apresentações em uma casa noturna. Na época, ela tentou negar, mas em sua biografia conta como tudo realmente acontecia.
“Eu fazia aparições em casa noturnas. Se houvesse um cliente interessado em pagar pelo sexo comigo, a negociação era feita ali mesmo, com o gerente da casa. Tudo era previamente autorizado por mim. Eu dava sim ou não para a proposta antes de fechar o negócio. Cheguei a faturar R$ 15 mil”.
Além disso, ela revela que havia normas a serem seguidas pelo cliente.
“As regras eram rígidas. Jantar não era permitido, nem fotos e vídeos. Era apenas duas horas no quarto e o pagamento integral precisava ser feito com antecedência, metade antes de nos encontrarmos e outra metade antes do ato sexual!”.
Segundo relatos da modelo, em 2012, quando ela estava se preparando para a final do Miss Bumbum, ela viajou para Londres para encontrar um famoso jogador da Seleção Brasileira, que topou pagar mais de 4 mil euros para que ela passasse cinco dias com ele.
“Tudo começou em uma conversa privada no Facebook. Ele disse que era casado e tinha filhos, mas havia me achado muito atraente. Ele pediu discrição absoluta antes, durante e depois de nossos dias juntos na Inglaterra”, relembra ela.
Um dos casos mais polêmicos, foi com o jogador português Cristiano Ronaldo. Na época, Andressa fez um escândalo, afirmando que o craque havia ameaçado sua família e a mantido presa por horas. Para esclarecer, a modelo revelou tudo o que realmente aconteceu.  Cristiano conseguiu o número de Andressa com alguns amigos em comum.
“Você é realmente a Miss Bumbum Brasil?”, questionou ele.
“Você tem a bunda mais bonita? Eu gosto de bumbuns”, dizia o craque na mensagem.
Após o primeiro contato, Urach conta que nem estava ligando se iria ser paga ou não
“Eu não podia acreditar que eu teria a oportunidade de ter um encontro romântico com um dos jogadores mais reverenciados do planeta. Eu não queria saber sobre o pagamento dessa viagem. Nenhuma quantia em dinheiro pagaria o sucesso de estar ao lado de Cristiano Ronaldo”.
Um mês depois de algumas conversas, a modelo diz que foi para Madrid, na Espanha, e encontrou com o jogador em uma das suítes mais caras do país, no hotel Villa Magna, avaliada em  mais de R$ 48 mil para passar a noite.
“Quando saí do elevador privativo da suíte, meu coração estava acelerado e explodiu por dentro quando a porta se abriu. Era ele, Cristiano Ronaldo. Sorrindo, ele me convidou para entrar e conversamos rapidamente sobre o que iria acontecer. Em seguida, ele me agarrou e tivemos uma intensa relação sexual. Ao contrário do que eu imaginava, ele foi bastante agressivo na cama. Passamos menos de uma hora no quarto”.
Após o momento a dois, Andressa notou que Cristiano começou a receber mensagens e começou a ficar ansioso. Para não perder a chance de registrar o momento, ela pediu uma foto, mas o craque pediu para que fosse no lobby do hotel e não no quarto.
“Esperei no estacionamento por 40 minutos. Um dos membros da segurança chegou a dizer que ele já havia ido embora, mas quando chamei o para sair dali, outro segurança me pegou pelo braço e disse que Cristiano tinha me mandado subir de volta para a suíte. Voltei para lá e estava vazia, então me trancaram por três horas e meia no quarto. Angustiada, liguei para meu empresário dizendo que precisava de ajuda e consegui ir embora”, relata.
Porém, o jogador não teria ficado muito feliz e começou a mandar mensagem com raiva e a ameaçou.
“A justiça será feita sua p*$#, vou enviar pessoas atrás de você! Você não me conhece, você vai ver o que vou fazer”, dizia a mensagem do jogador.
Entre tantas histórias polêmicas, Andressa promete lançar um dos livros mais vendidos do Brasil.
Morri Para Viver chega nas livrarias de todo Brasil no final de agosto.
O Fuxico 

Postador Sebastião Barbosa

«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário :

receba nossas atualizações no seu Email

PESQUISE AQUI