» » » Prefeitura de Picuí desmarca Audiência com o SINPUC Pela segunda vez

O prefeito de Picuí, Acácio Dantas, desmarcou a reunião marcada para a quarta-feira (03) com os dirigentes do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais do Curimataú e Seridó (SINPUC) para negociar o reajuste salarial dos trabalhadores e profissionais da Saúde.

É a segunda vez que Acácio Dantas procrastina o encontro com os dirigentes e os membros da comissão de negociação. Nas duas ocasiões, o aviso de cancelamento veio em cima da hora.

Entenda o caso
Os servidores da Saúde de Picuí estão com os salários congelados há alguns anos e sofrem com a perda provocada pelo arrocho salarial.

Com a ausência de aumento os profissionais submetem-se à redução do poder de compra de seus ganhos provocada pelos acréscimos inflacionários ao longo do período sem reajuste.

A constatação dessa perda configura um déficit salarial e fere o princípio da irredutibilidade garantido no ordenamento jurídico brasileiro.

A continuidade do congelamento ofende  diversos princípios da administração pública, notadamente o da legalidade em sentido amplo.

Reação

A falta de agilidade nas negociações forçou o SINPUC a convocar uma paralisação, ontem, no município. Médicos, odontólogos, enfermeiros, agentes de saúde e outros trabalhadores da Saúde não compareceram aos seus postos de trabalho como medida de reação à inércia da administração de Picuí.

“Com salários defasados, ninguém trabalha motivado”, disseram os profissionais no slogan da paralisação de ontem.

A presidente do SINPUC, Edilândia Ferreira, disse que aguarda uma nova data para se reunir com Acácio Dantas e sua equipe gestora até sexta-feira.


sinpuc

Postador Sebastião Barbosa

«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário :

receba nossas atualizações no seu Email

PESQUISE AQUI