» » » Para quem usa cartão de credito: Cuidado para não cair em golpes, saiba identificar-los

Todos os anos, milhares de pessoas se tornam vítimas de marginais que usam dispositivos especiais para ler dados dos cartões bancários das vítimas (skimming, também conhecido como “chupa-cabra“), roubando o dinheiro. Atualmente, este problema pode acontecer até mesmo em lojas e restaurantes, quando você paga suas contas com cartão.

O fabricante das máquinas de cartão Ingenico criou um manual sobre como reconhecer um ”chupa-cabra" nos equipamentos. O Incrível.club achou que seria conveniente repassar esta informação.

A máquina com o "chupa-cabra" acoplado fica visivelmente maior

Para que o painel do "chupa-cabra" possa ser acoplado à máquina, ele deve ser mais comprido e mais largo que o dispositivo. E é por isso que, quando os criminosos agem, o equipamento fica maior que o tamanho original. Esta é a principal característica que permite identificar o golpe.

Teclado postiço

Os golpistas podem, rapidamente, colar um teclado postiço sobre o original, bloqueando a iluminação das teclas na hora de digitar a senha.

Luz de LED verde bloqueada

O equipamento instalado pelos golpistas também bloqueia a luz de LED verde que acende nesta máquina durante o pagamento.

Erros frequentes durante o funcionamento

Às vezes, o “chupa-cabra“ impede a fita magnética de ler os dados, o que provoca muitos erros quando o caixa tenta ler seu cartão, diminuindo consideravelmente a velocidade de funcionamento do dispositivo. Portanto, o terminal com ”chupa-cabra" pode ficar mais lento do que outro sem o equipamento.

Touch pen não pode ser colocada no suporte

Todas as máquinas deste modelo específico (muito usadas no exterior) contam com uma espécie de touch pen que os clientes usam para assinar digitalmente. O "chupa-cabra" não permite o encaixe correto do touch pen no suporte.

Como proteger seu dinheiro

  • Ative notificações por mensagem de texto para ser avisado sobre saques inesperados.
  • Defina limites. Estabeleça um teto para saques que você pode fazer nos caixas automáticos. Assim, os criminosos não poderão sacar todo o dinheiro que você tem em um dia só.
  • Caso tenha perdido seu cartão ou suspeite de que terceiros conhecem seus dados, vá até uma agência bancária (ou ligue para seu gerente) e faça o bloqueio.
  • Além disso, se informe sobre os seguros que o banco oferece ao cartão. Algumas instituições contam com programas especiais de proteção contra golpes e para restituição de eventuais danos.
  • Na hora de pagar com cartão, não deixe que o funcionário da loja passe-o na máquina longe de você. Em ocasiões assim, seu cartão pode ser clonado sem que você sequer perceba. Exija sempre que as operações sejam feitas na sua frente.
  • Confira os recibos ao pagar com cartão. O campo onde deve constar o valor total da compra nunca deve estar vazio.




Fonte krebsonsecurity 
Foto de abertura mybroadband 

Postador Sebastião Barbosa

«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário :

receba nossas atualizações no seu Email

PESQUISE AQUI