» » » Inscrição para o Enem começa nesta segunda e está mais cara; veja o que muda

Ministério da Educação informou que as mudanças ocorrem por motivos de economia e segurança.

As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) começam nesta segunda (25) e têm diferenças com relação ao ano passado. 


A primeira delas é o valor da inscrição, que sofreu reajuste e passa a custar R$ 63. Desde 2004, o valor pago era R$ 35. O procedimento pode ser feito até o dia 5 de junho. Os detalhes e o edital constam na internet. As provas ocorrerão nos dias 24 e 25 de outubro com a mesma estrutura das edições anteriores.

 

Entre as principais mudanças estabelecidas para esta edição destacam-se: os estudantes que concluíram o Ensino Médio em escolas públicas e aqueles que declararem carência poderão solicitar isenção da taxa, desde que se façam presentes nas provas, caso contrário, deverão justificar a ausência ou perderão o benefício no próximo ano.

Outra novidade é que os estudantes que não estejam no 3º ano do Ensino Médio ou que não tenham concluído essa série não poderão usar a nota da prova como forma de ingresso em universidades.

O cartão de confirmação de inscrição, antes enviado ao endereço dos inscritos homologados através dos correios, agora estará disponível, exclusivamente, no sistema do Inep. O candidato poderá acessá-lo e imprimi-lo. O cartão de inscrição é o documento que contém todas as informações do candidato.

Concorrentes em condições especiais também devem ficar atentos a alterações: quem tem visão monocular pode pedir prova ampliada e em braile, ledor e transcritor; candidatos com discalculia podem pedir auxílio de ledor e de transcritor; travestis e transexuais que pretendem ser identificados pelo nome social e usar banheiros de acordo com a opção sexual deverão fazer a inscrição normalmente e, posteriormente, entre 15 e 26 de junho, devem encaminhar, por meio da página do Enem na internet, cópia de documento de identificação, uma foto recente e o formulário preenchido, disponível on-line.

Horário de início das provas

Os portões continuarão fechando às 13h (horário de Brasília), mas as provas deverão iniciar às 13h30 para que haja paridade no horário em todas as cidades aplicadoras das provas.

No primeiro dia, serão cobrados conteúdos de ciências humanas e suas tecnologias e ciências da natureza e suas tecnologias, e a prova terá duração de 4h30. No domingo, os candidatos terão 5h30 para responder itens sobre linguagens, códigos e suas tecnologias, matemática e suas tecnologias e fazer a redação.

No edital, também é possível conferir as especificidades para cada tratamento especial. O MEC justifica as mudanças por motivos de economia e segurança. 


Fonte: Portal Correio
Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

Postador Sebastião Barbosa

«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário :

receba nossas atualizações no seu Email

PESQUISE AQUI