» » » Iporá-GO 2 x 1 Treze-PB - Lobo ganhou, mas não levou. Galo está nas quartas!

Treze está classificado às quartas de final. Apesar de ter sido derrotada na partida deste domingo, no estádio Ferreirão, em Iporá-GO, por 2 a 1 - após estar perdendo por 2 a 0 - para o Iporá, a equipe paraibana conquistou a vaga pelo fato de ter vencido o jogo de ida das oitavas por 2 a 0. Além disso, os nordestinos conheceram o primeiro revés no Campeonato Brasileiro da Série D - até então, era quatro vitórias e cinco empates.

Agora, o representante paraibano aguarda o complemento desta etapa para conhecer o adversário na próxima fase. Isso porque o regulamento prevê que o time de melhor campanha no geral pegue o oitavo; o segundo, o sétimo e assim por diante. O acesso à Série C de 2019 deve ser definido com confrontos nas próximas duas semanas.

EMOÇÃO
A partida começou equilibrada, com as duas equipes buscando o gol. A primeira grande oportunidade apareceu aos nove minutos, quando o interminável Marcelinho Paraíba, meia-atacante do Treze, passou a bola para Ceará. Ele invadiu a área e bateu cruzado, forçando a defesa de Clériston.
Aos 13, Saulo respondeu finalizando por cima do travessão. Aos 15, o placar foi aberto pelos donos da casa. Depois de um bate-rebate após uma batida de falta, Ricardo Lima fez 1 a 0. Atrás no marcador, os visitantes retomaram as rédeas da partida. Marcelinho Paraíba regia seus companheiros, mas os paraibanos tinham dificuldade de chutar a gol. Aos 27, Brumati finalizou falta com força, mas a bola saiu por cima do travessão.
Aos 31, o árbitro fez uma parada técnica por conta do calor na cidade de Iporá. Os minutos de descanso foram aproveitados pelos donos da casa que, aos 39, chegaram ao gol que levaria a disputa para as penalidades máximas. Saulo invadiu a área e não deu chances para o goleiro rival.
Quando tudo indicava que os times desceriam para os vestiários com 2 a 2 no somatório das partidas, Marcelinho Paraíba, mudou o cenário. O veterano aproveitou sobra de bola após falta cobrada pela ponta e mandou para as redes de pé direito.
BEM MAIS FRACO
Depois de um primeiro tempo movimentado, a etapa final não teve a mesma qualidade nem a mesma intensidade. A primeira boa oportunidade surgiu aos três, quando Leandro Love quase empatou a partida em chute de fora. Aos 13, Mayron tabelou com Preto e bateu para o gol. Porém, estava pressionado por Ítalo, que conseguiu fazer o bloqueio.
Nos minutos finais, o time da casa tentou uma pressão ao colocar todos os homens de frente disponíveis. Cansado e pouco inspirado, pouco fizeram, o que garantiu a vaga para os visitantes. Os paraibanos, por outro lado, apenas administraram a vantagem e tentaram matar o confronto em esporádicos contra-ataques.
Sapé Esportes com FI

Postador Sebastião Barbosa

«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário :

receba nossas atualizações no seu Email

PESQUISE AQUI

TÓPICOS