» » MPT apresenta dados sobre acidentes de trabalho de 2017 no país

BRASÍLIA. Na próxima segunda-feira o Ministério Público do Trabalho divulgará a atualização, com dados de 2017, sobre acidentes de trabalho no Brasil e as implicações disso nas áreas de saúde e economia do país. São dados sobre mortes, afastamentos médicos, pensões, que provocam impactos na Previdência Social, e foram extraídos do Observatório Digital de Saúde e Segurança do Trabalho desenvolvido pelo MPT e pela Organização Internacional do Trabalho (OIT). A estimativa é de um impacto de mais de 25,4 bilhões na Previdência Social nos últimos seis anos.

A divulgação acontecerá às 10h, na sede da Procuradoria-Geral do Trabalho (PGT), em Brasília, em evento que contará com a presença da diretora da OIT na área de gestão do Trabalho e Inspeção em Saúde e Segurança do Trabalho, Nancy Leppink.
Os dados revelam ainda que que as maiores vítimas de acidentes são os trabalhadores de menor remuneração e que têm também mais lesões incapacitantes. Outra informação importante do cruzamento de dados é que o principal agente causador de acidentes de trabalho no Brasil, são máquinas e equipamentos. Por isso, o MPT apresentará, durante a solenidade, uma nota técnica a respeito da Norma Regulamentadora 12, que fixa regras sobre segurança no trabalho no uso de máquinas e equipamentos.
Na nota técnica, serão divulgadas informações inéditas sobre os acidentes de trabalho nos país: principais agentes causadores, perfil salarial, letalidade e incapacitação para o trabalho, despesas previdenciárias e dias perdidos de trabalho. Os dados são fundamentais para a atuação estratégica do MPT e de governos, permitindo o aprimoramento de políticas públicas em matéria de saúde e segurança no trabalho. Também contribuem para pesquisas e para que o tema da prevenção de acidentes seja discutido de forma mais qualificada na sociedade.
SOBRE O OBSERVATÓRIO DE SST
O Observatório utiliza tecnologia livre e gratuita (open source) e foi criado pela equipe do Smart Lab de Trabalho Decente MPT-OIT. A ferramenta foi concebida seguindo parâmetros científicos da pesquisa "Acidente de Trabalho: da Análise Sócio Técnica à Construção Social de Mudanças", conduzida pela Faculdade de Saúde Pública da USP, com o apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) e em cooperação com o MPT. O Smart Lab de Trabalho Decente é um laboratório multidisciplinar de gestão do conhecimento, instituído por meio de um acordo de cooperação técnica internacional entre o MPT e a OIT, com foco na promoção do trabalho decente no Brasil. Os dados do Observatório foram obtidos mediante acordo de cooperação com o Ministério da Fazenda, com a colaboração da Coordenação de Monitoramento de Benefícios por Incapacidade.

SERVIÇO 

Divulgação dos acidentes de trabalho no Brasil 

Data: 05/03/2018
Horário: 10h
Local: sede da Procuradoria-Geral do Trabalho (PGT), SAUN Quadra 5, Lote C, Torre A, Centro Empresarial CNC




Assessoria de Comunicação Social
Procuradoria-Geral do Trabalho
Telefones: 33148222/33148030

Postador Sebastião Barbosa

«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário :

receba nossas atualizações no seu Email

PESQUISE AQUI

TÓPICOS