» » » Emater e Sedap mobiliza criadores para vacinação contra aftosa

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca, com participação da Gestão Unificada, está intensificando os trabalhos de mobilização dos criadores para vacinação do rebanho bovino e bubalino contra a febre aftosa, a fim de chegar ao final da campanha, no dia 31 deste mês, com 100% de cobertura vacinal.

Para atingir as metas projetadas pela Gerência de Defesa Agropecuária do Estado (Geda) da Sedap, atendendo determinação do presidente da Gestão Unificada, Nivaldo Magalhães, todas as 15 coordenadorias regionais e todos os escritórios da Emater nos municípios paraibanos estão empenhados em proporcionar condições para a vacinação de animais, orientando e acompanhando os criadores.

Conforme a programação, o prazo para registro de vacinação termina no dia 31 de maio, com meta do governo nesta etapa inicial em chegar à totalidade do rebanho, que é de 1 milhão e 300 mil animais bovinos e bubalinos, de zero a 24 meses de idade, lembrou o secretário Rômulo Montenegro, da Sedap. O gerente da Defesa Agropecuária estadual, Rubens Tadeu, lembrou que a programação prevê chegar aos índices de 100% do rebanho propostos pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Para registro da vacina o criador deve procurar os escritórios da Defesa Sanitária, da Emater ou mesmo as Secretarias de Agricultura dos municípios, apresentando a nota de compra da vacina e a relação dos animais vacinados por faixa e sexo. Quem deixar de comprovar a vacinação estará sujeito a pagar multa. As vacinas estão à venda nas lojas especializadas.

Sobre a importância da vacina contra a febre aftosa, o secretário Rômulo Montenegro disse ser fundamental para que se tenham animais sadios e os produtos derivados destes, o que é bom para o Estado. Ele alerta da necessidade de vacinar os animais porque, se assim não proceder, o criador ficará sujeito a multa e outras penalidades.

Emater – Com a efetiva participação na vacinação do rebanho, desde o primeiro momento como sempre fazem em semelhantes campanhas, os extensionistas rurais seguem com seus trabalhos de orientação aos criadores, com parcerias das prefeituras municipais, garantindo assim o êxito.

Todos os regionais da Emater vêm trabalhando no sentido de estimular os criadores a vacinar seus rebanhos, buscando parcerias com as prefeituras para a execução das atividades, assim muitos municípios são realizados dias de motivação, a exemplo do que ocorreu na Comunidade Lagoa dos Rodrigues, em Matureia, na região de Princesa Isabel, onde existe a maior concentração do rebanho bovino nesse município. Com apoio da Prefeitura municipal, que fez a doação de 2.200 doses de vacina, foi contratado um grupo de vacinadores treinados pela Emater, os quais aplicaram a vacina orientada com acompanhamento dos extensionistas, como também o cadastramento dos animais vacinados.


Com Secom

Postador Sebastião Barbosa

«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário :

receba nossas atualizações no seu Email

PESQUISE AQUI