» » » Ônibus de Nova Palmeira quebra e universitários só chegam em casa ao amanhecer

Estudantes universitários da cidade de Nova Palmeira, município situado na região do Seridó da Paraíba, viveram uma aventura nada agradável na madrugada de sexta para este sábado (25). O que era para ser uma viagem de rotina, se tornou algo preocupante, pois o ônibus que retornava de Campina Grande para solo nova-palmeirense quebrou, deixando os alunos apreensivos e os pais (que os esperavam em suas residências) nervosos.

Uma estudante que participou da viagem, entrou em contato com a redação do Blog NP, e detalhou como foi a peripécia que teve o seu desfecho precisamente às 4h36min.

“Sexta-feira, 24 de março de 2017. 

Primeira parada: Bairro de Bodocongó. O ônibus começa a não querer funcionar. 

Segunda parada: Lagoa de Dentro. Ficamos por cerca de 30min em um posto. Com muito trabalho do motorista, conseguimos seguir viagem, mas não durou muito, alguns quilômetros após, o ônibus para na Polícia Rodovia Federal.

Já são 01h43min. Saímos de Campina às 22h15mim (mais ou menos). Estamos no meio da estrada (cerca de 20 universitários), no meio nada, como se diz. Sem sinal de celular e sem o mínimo de segurança. Um de nós conseguiu contato com a Polícia Rodoviária Federal, que, com muita luta, ligou para um dos responsáveis pelos transporte do município de Nova Palmeira. Horas se passaram e nada. Temos sorte de ter um motorista muito competente e que tem o cuidado com a gente como se fôssemos filhos dele. Brincamos muito durante a noite, mas o medo também nos cercava. Estudantes universitários com notebooks e celulares no meio da estrada não dá pra imaginar muita coisa boa.  Nossos pais aflitos, acostumados a nos ver chegar no máximo de meia noite, e até então nada.

Eu sei das dificuldades que nosso município enfrenta para a manutenção dos ônibus (que muitos pensavam que era má vontade dos gestores da época, hoje sabem e sentem que não), mas, o mínimo que posso exigir como cidadã, eleitora do município e estudante é uma viagem tranquila, já que agora só nos é ofertado o ônibus de 15 em 15 dias.

Há muitas cidades que os ônibus vão e voltam para Campina todos os dias com os alunos. Nova Palmeira só era na segunda e sexta, porém, toda semana. Já que não nos é dado esse privilégio, mas que pelo menos possamos sair e chegar em segurança, já que temos uma semana agitada e convivendo com a falta de segurança que Campina nos proporciona.

Eu, particularmente, não tenho utilizado o ônibus com tanta frequência, mas, como parte da comissão, me importo e me incomodo com os que utilizam e precisam (mais que eu) do mesmo.

Fica aqui minha indignação como aluna universitária da cidade de Nova Palmeira.

Chegamos em Nova Palmeira às 04h36min da manhã.

Acidentes como esse acontecem, mas também há como evitar. Fica aqui o pedido para que olhem mais pra gente. Dinheiro para Educação jamais será gasto, será investimento!"

A indignação da estudante refletiu nas redes sociais, que se encheu de comentários de amigos e familiares, indignados com o cenário caótico. 

Os alunos chegaram ao seu destino final quase ao amanhecer, depois que outro veículo foi 'resgatar' os acadêmicos.

Ainda não se tem o real motivo da quebra, mas alguns alunos relataram fumaça no motor, falta de água e problema com o óleo.

A situação desarrumada do transporte escolar não é de agora, em Nova Palmeira. Há tempos que o problema persiste sem que a solução seja resolvida.



Blog NP

Postador Sebastião Barbosa

«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário :

receba nossas atualizações no seu Email

PESQUISE AQUI