» » » Menina de 13 anos é mantida em cativeiro e abusada por padrasto e filho dele


Um homem é acusado de manter a enteada em cativeiro na casa onde a família vivia nos Estados Unidos. Além do cárcere, o padrasto, Timothy Ciboro, de 53 anos, e o filho dele, Esten Ciboro, de 28 anos, teriam abusado da adolescente.

A menina conseguiu fugir do cativeiro na qual era mantida e pedir socorro. Segundo o jornal britânico Metro, a mãe da garota se mudou deixando os três filhos sob os cuidados do marido. A menina teria sido levada para o porão e mantida lá por períodos entre 2012 e 2015, quando ela, com 13 anos, fugiu.
O caso é investigado pela polícia local. Nesta semana, a menina e os acusados testemunharam na primeira etapa de julgamento sobre o ocorrido. A adolescente confrontou o padrasto ao lado de um cachorro, solicitado para que ela permanecesse calma durante o depoimento.
O homem e o filho alegam que eles teriam punido a menina por mau comportamento e que a atitude tenha sido baseada em cuidados paternais. O acusado ainda disse que não gostava de punir a vítima. “O seu pai te amou como eu amei você?”, questionou o padrasto, Timothy Ciboro.
“Você nunca me tratou como filha. Pais normais não fazem atos sexuais com seus filhos”, respondeu a menina que recorreu ao animal por diversas vezes para continuar o depoimento.
A polícia local afirma ter encontrado correntes e algemas em um banheiro do porão da casa. A investigação aponta que a menina teria usado o banheiro e deixado ele molhado. Os dois acusados a prenderam no local como punição. Inicialmente, a adolescente relatou apenas o cárcere privado e agressões. Os investigadores relatam que ela revelou os abusos sexuais após alguns meses de acompanhamento.
Esta primeira etapa, ainda não concluída, deve definir se padrasto e filho devem ou não ir a júri popular. A mão da menina também deve responder por crimes relacionados ao abandono dos filhos.



Postador Sebastião Barbosa

«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário :

receba nossas atualizações no seu Email

PESQUISE AQUI