» » » Ingrid vai repetir salto do zero no Pan, agora de olho em final da Olimpíada

A pancada na água não doeu nas costas de Ingrid Oliveira. Doeu na cabeça e no coração. Foi assim que a técnica Andréia Boehme definiu o salto que rendeu nota zero à integrante de sua equipe nos Jogos Pan-Americanos de Toronto, em 2015. Um ano depois, a atleta poderia ter algum receio de repetir o duplo e meio de costas carpado, mas vai para uma nova tentativa. Desta vez, entretanto, será na Olimpíada, e com o objetivo é chegar à final da plataforma de 10 metros dos saltos ornamentais. Isto significa estar entre as 12 melhores classificadas de um total de 30.
- Vou colocar o mesmo salto que fiz no Pan. Tenho treinando tem um tempinho. E agora está tudo dentro dos conformes. Eu tinha medo não era nem de cair, era de sair para fazer o salto. Era só receio de sair para fazer o salto, mas agora está tranquilo. Porque cair, todos os atletas sabem os riscos que correm, não só nesse salto, mas também em outros. Podemos a qualquer momento nos machucar. Acho que todos os saltadores têm não é medo, mas respeito para fazer o salto - disse a atleta de 20 anos.
Técnica da seleção brasileira de saltos ornamentais há mais de 20 anos, Andréia mostra confiança em ver Ingrid dar a volta por cima. Ela deixa de lado a superexposição da atleta – que antes do Pan foi criticada por fotos postadas em redes sociais – e destaca a capacidade de sua pupila busca a volta por cima. Exatamente por isso confia no sucesso do duplo e meio de costas (grau de dificuldade 2.9), o que, segundo ela, será um passo importante para que a meta seja cumprida.
 A Ingrid briga de igual para igual com todo mundo, pelo grau de dificuldade da série, um pouco menos pela falta de experiência, mas é algo que não faz muita diferença se ela acertar os saltos. Antes ela dependia mais dos erros de outros, hoje não. Nós estamos buscando aqui uma final. Mas para isso não tem que errar nada. A gente sabe que a arquibancada cobra, mas eu peço para ela esquecer tudo, dizendo: é o seu salto, o seu momento. Tem que arriscar - ressaltou a treinadora.
Fonte: Globo esporte

Postador Joseildo Vicente

«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário :

receba nossas atualizações no seu Email

PESQUISE AQUI