» » » Paraibano é um dos chefes dos ataques a ônibus e prédio no RN


A Justiça do Rio Grande do Norte atendeu ao pedido do governo daquele Estado e transferiu nesta terça-feira (2) do Presídio de Parnamirim para a Penitenciária Federal de Mossoró cinco homens apontados como cheques dos ataques a ônibus, escolas e postos da Polícia, desde a semana passada.

Um dos transferidos é paraibano, natural de Campina Grande. Trata-se de Alex Barros de Medeiros, que atende pelo apelido de ‘Peitola’. Ele foi um dos alvos da Operação Britador, da Polícia Federal, que desarticulou um esquema de distribuição de drogas em Campina no mês passado.


Alex é apontado pela PF como um dos maiores traficantes de droga e de armas da Paraíba e está preso no Rio Grande do Norte. De acordo com a Polícia, 'Peitola' é o mais articulado e considerado elo entre a organização e uma facção criminosa que age a partir dos presídios da Paraíba.


Até agora já foram mais de 80 ataques de criminosos ligadas a facções de presídios. A instalação de bloqueadores de celular na Penitenciária Estadual de Parnamirim, na Grande
Natal, onde os cinco detentos estavam encarcerados, é apontada pelo governo como principal motivo para os atentados.



Estado agiu rápido

O secretário de Justiça e Cidadania, responsável pelo sistema prisional potiguar, Wallber Virgolino disse que é importante destacar que o Estado agiu rápido na identificação dos criminosos. "Nosso setor de Inteligência foi muito eficiente. Identificamos, isolamos e transferimos os líderes dessa facção. Outras providências também estão sendo tomadas e logo a paz será restabelecida no Rio Grande do Norte. A população pode acredita nisso", enfatizou.






Fonte: Jornal da Paraíba

Postador Renilson Gomes

«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário :

receba nossas atualizações no seu Email

PESQUISE AQUI