» » » Disputa pela prefeitura de CG tem 10 pré-candidatos e nomes serão homologados até dia 5/8

Segundo maior colégio eleitoral da Paraíba com mais de 250 mil eleitores, o município de Campina Grande, no Agreste paraibano, já tem pelo menos, 10 pré-candidatos ao cargo de prefeito. Os pré-candidatos são de dez partidos diferentes. As convenções coletivas para a oficialização de quem vai disputar as eleições municipais em 2016 pode acontecer de 29 de julho a 5 de agosto.

Entre os pré-candidatos, estão,  o prefeito Romero Rodrigues (PSDB) que disputa à reeleição; o deputado federal Veneziano Vital do Rêgo (PMDB), que já governou a cidade por duas ocasiões; o do ex-deputado federal Walter Brito Neto (PEN), que precisou mudar de partido para lançar a intenção de candidatura, e o deputado estadual Adriano Galdino (PSB), que conta com o apoio do governador Ricardo Coutinho.

Também compõem a lista de pré-candidatos a conquistar a chave do Palácio do Bispo, sede do governo municipal, o empresário campinense José Artur Almeida, (PPS), mais conhecido como Artur Bolinha, que também disputou a última eleição, como candidato a prefeito da cidade, e ficou em quarto lugar com 2,84% dos votos, o vereador de Campina Grande, Napoleão Maracajá (PC do B) e o deputado estadual, Inácio Falcão (PT do B).

Na corrida pela sucessão municipal, também consta o nome da deputada estadual Daniela Ribeiro (PP). Filha do ex deputado Enivaldo Ribeiro, Daniela disputou a eleição de 2012 e ficou em terceiro lugar com 18,80% dos votos. Este ano, ela está sendo cotada para ser vice do deputado Veneziano Vital do Rêgo, mas ainda não decidiu, o que dependerá da posição do partido a ser conhecida na convenção.

Outros partidos de menor expressão também estão na disputa. É o caso do PSOL que lançou as pré-candidaturas do professor Davi Lobão e do servidor público Celso Batista. Por sua vez, o PT chegou a lançar do ex-vereador e presidente do partido na cidade Peron Japiassú, o professor Reginaldo Borges e o professor Hermano Nepomuceno, como postulantes a PMCG, mas depois desistiu de candidatura própria. O partido vai apoiar Adriano Galdino.

Alguns pré-candidatos tiveram que mudar as estratégias para concorrer ao cargo. Foi o caso de Walter Brito Neto era filiado ao PTC, mas resolveu mudar de partido depois que o PTC resolveu apoiar a pré-candidatura do prefeito Romero Rodrigues (PSDB) à reeleição.

Antes de se filiar ao PEN, o ex-deputado federal Walter Brito Neto, ainda tentou se filiar aos partidos Rede Sustentabilidade e PRTB.

As candidaturas seão homologadas até o dia 5 de julho, mas até lá muita coisa ainda pode mudar, dependendo das composições a serem formadas. Alguns partidos estão sendo assediados pelos pré-candidatos devido ao tempo de guia, a exemplo do PTB do ex senador Wilson Santiago, e o DEM do ex senador Efraim Morais. Por sua vez, o PR do deputado Wellington Roberto, decidiu apoiar a candidatura socialista na cidade.


 

Fonte: PB Agora

Postador Renilson Gomes

«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário :

receba nossas atualizações no seu Email

PESQUISE AQUI