» » » Gravida é internada noa ISEA com suspeita de gripe H1N1

Mais um caso de paciente com suspeita de H1N1 foi registrado em Campina Grande. Na noite desta terça-feira, 05, deu entrada Instituto Saúde Elpídio de Almeida (ISEA Maternidade), uma jovem, gestante, oriunda da cidade de Patos, com os sintomas da enfermidade, os exames foram realizados e encaminhados ao laboratório, ela se encontra no isolamento e já está medicada.

De acordo com a secretária de saúde do município, Luzia Pinto, ainda não foi decretado estado de emergência porém o momento é de alerta total para os cuidados com a higiene, no intuito de evitar contato e contágio.
Ainda segundo informações da secretária, os números são alarmantes no ano passado em todo país foram registrado 32 casos em 12 meses, já em 2016, este índice em apenas três meses está praticamente triplicado, até o momento de 445 casos suspeitos, já são contabilizados 71 distribuídos em 11 estados.
Segundo dados da 3ª Região de Saúde, dos 12 casos notificados na região de Campina Grande, dois foram confirmados entre eles o da paciente que morreu nesta terça-feira, a vítima era uma mulher de 25 anos, estudante do curso de letras da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), estava internada no Hospital Antônio Targino, onde passava por tratamento, mas o quadro evoluiu rapidamente.
Até o último dia 29, a Paraíba havia contabilizado sete casos confirmados da gripe H1N1. De acordo com a SES, a campanha de vacinação deste ano só deve começar no dia 30 deste mês.
Política Mais Cedo

Postador Sebastião Barbosa

«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário :

receba nossas atualizações no seu Email

PESQUISE AQUI