» » » » Soledade - Juiz manda arquivar ação contra ex-prefeito e aliados

O Juiz Eleitoral da Comarca de Soledade, Dr. Falkandre de Sousa Queiroz julgou improcedente uma ação impetrada contra o ex-prefeito, Ivanildo Gouveia (PR), o atual presidente da Câmara de Vereadores, Miranda Neto (PR),  Vânia Leal (PR) e Roberto Cordeiro (PMDB); os três últimos, candidatos na eleição suplementar municipal realizada no ano de 2013.
 
 No julgamento o Juiz declara o trânsito em julgado da ação e manda arquiva-la. “Com o trânsito em julgado, ARQUIVE-SE.".
 
No julgamento o Juiz entendeu que o ex-prefeito Ivanildo ao ser gravado em diálogo com um popular durante a eleição não havia cometido o crime de compra de votos. Na denúncia figurava a interlocução de Ivanildo acompanhado do vereador Miranda com um eleitor que na ocasião lhes pedia uma área para construção de casa residencial.
 
Na acusação, a Coligação contrária tentou induzir a justiça eleitoral sob o entendimento da prática de corrupção eleitoral, (troca de terreno por voto), e para tanto, a acusação utilizou trechos isolados do diálogo onde Ivanildo fazia menção aos programas sociais de governo para o setor da habitação.
 
Na defesa apresentada, Ivanildo Gouveia e Miranda Neto mostraram que ao utilizar cerca de vinte minutos de conversa com um eleitor, eles o fizeram no sentido de orienta-lo a não se corromper na eleição, ou seja, a não vender o voto.
 
Figuraram como advogados dos representados: Antônio Michele Alves Lucena e Sandy de Oliveira Furtunato.
 
A decisão favorável aos representados foi publicada recentemente pela Chefe de Cartório da 23ª Zona Eleitoral da Comarca de Soledade, Carolina Cavalcanti de Albuquerque.
 
 
Da Redação do Soledade Notícias

Postador Sebastião Barbosa

«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário :

receba nossas atualizações no seu Email

PESQUISE AQUI