» » » Energisa vai investir cerca de 170 milhões na Paraíba

A Energisa vai investir, este ano na Paraíba, nas áreas de concessões que cobrem todo o estado, incluindo a Borborema, cerca de R$170 milhões. A ligação de novos consumidores e a substituição de ativos elétricos por outros mais modernos receberão a maior parte destes recursos, junto com investimentos no sistema elétrico para melhoria da qualidade do serviço. O estado ganhará mais uma subestação – no município de Soledade – e cerca de 2 mil quilômetros de linhas de alta, média e baixa tensão. A previsão é que a empresa leve energia a mais 60 mil pessoas ao longo de 2016, ampliando a cobertura do estado.
Além dessas ações, existem outras medidas que acompanham o plano de investimento da empresa como a construção ou recondutoramento de alimentadores, instalação de bancos reguladores de tensão e religadores de linhas. Os investimentos irão garantir maior oferta de energia e um fornecimento cada vez mais confiável para a área de concessão da empresa, trazendo benefícios diretos ao estado.
“Ocupamos a segunda posição no ranking das concessionárias de distribuição de energia elétrica do país em relação à qualidade do serviço prestado em 2015, segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL). Isso comprova o nosso comprometimento com o desenvolvimento do Estado e com o bem-estar dos nossos clientes. Essa conquista reflete a forma de atuação de um grupo empresarial sério, que pensa em longo prazo. Esses investimentos irão melhorar ainda mais a qualidade e a confiabilidade do fornecimento de energia para a região”, explica André Theobald, diretor-presidente da Energisa.
Os indicadores de qualidade da empresa melhoram em 2015. Na Energisa Paraíba, o DEC, que mede o tempo que os clientes ficam, em média, sem energia durante o ano, caiu de 21,01 horas para 18,26 horas, redução de 13,1%. Já o FEC, que mede a frequência média que os consumidores ficam sem energia no ano, passou de 9,82 vezes para 7,99 vezes, queda de 18,6%. Na área de concessão da Borborema, o DEC teve queda de 32,6%, passando de 8,23 horas, em 2014, para 5,55 horas, em 2015. O FEC passou de 5,79 vezes para 3,86 vezes, redução de 33,3%. Todos esses indicadores estão abaixo da meta regulatória da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica).
O consumo de energia elétrica na concessão da Energisa Paraíba manteve-se estável no período, encerrando o ano com 4.225,3 GWh consumidos. Na área da Energisa Borborema houve ligeira queda, passando de 699,5 GWh, em 2014, para 665,2 GWh, em 2015.
MaisPB

Postador Sebastião Barbosa

«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário :

receba nossas atualizações no seu Email

PESQUISE AQUI