» » PARAIBANO QUE PESAVA 420 KG, JÁ PERDEU 158 KG

O paraibano Carlos Antônio dos Santos Freitas, conhecido como Carlinhos, recebeu alta hospitalar do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco após se tratar, por sete meses, de obesidade mórbida. Durante a internação, Carlinhos chegou a pesar 420 kg, mas conseguiu reduzir o peso e está com 261,6 kg. Ele voltou a morar em dezembro no município de Patos, Sertão paraibano, a 317 km de João Pessoa. 

De acordo com a assessoria de comunicação do Hospital das Clínicas, a alta foi dada a Carlinhos porque a equipe médica que estava no caso entendeu que não havia mais justificativa clínica para o paciente continuar internado.

Carlinhos já havia recebido alta temporária em dezembro, quando retornou a Patos e estava sendo acompanhando por uma equipe de saúde do município e também conseguiu perder peso.

“O período que ele passou em casa foi muito bem sucedido. As equipes envolvidas cumpriram o plano de cuidados, elaborado pelo Hospital das Clínicas. Carlos melhorou a sua mobilidade e, inclusive, perdeu nove quilos, demonstrando ser possível continuar o tratamento em sua residência com a assistência da equipe”, disse a assistente social do Hospital das Clínicas, Renata Severo.

Em Patos, Carlinhos vem sendo acompanhando a distância pela equipe de profissionais do Hospital das Clínicas e vai retornar a unidade em abril, onde vai passar por uma reavaliação e se submeter a exames.

Além da perda de peso, Carlinhos já consegue caminhar distâncias curtas sozinho sem a utilização de acessórios; utiliza banheiros sem problema; e se recuperou do quadro de desnutrição proteica que apresentou no momento da internação.

Ainda segundo a assessoria do hospital em Recife, a alta hospitalar não significa que ele tenha recebido alta do tratamento. A equipe médica que atende o caso de Carlinhos ainda não decidiu sobre qual procedimento cirúrgico vai ser utilizado para que o paraibano consiga uma melhor qualidade de vida.

Drama antes da internação
Antes de ser internado no Hospital das Clínicas, Carlinhos passou por diversos problemas de saúde. Em Patos, ele não conseguia andar nem deitar para dormir, vivendo sempre sentado, além de ter problemas respiratórios e de diabetes.
Para ser encaminhado a Recife, Carlinhos precisou de atendimento especial do Corpo de Bombeiros e foi retirado de casa com a ajuda de um guincho.




PORTAL CORREIO 

Postador Sebastião Barbosa

«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário :

receba nossas atualizações no seu Email

PESQUISE AQUI