» » » 11 revelações cruéis sobre filmes bonitinhos da Disney

Boa parte das produções dos Estúdios Disney saiu da mente criativa de Walt Disney e sua equipe, mas alguns filmes foram produzidos a partir de histórias antigas e tradicionais, muitas vezes trágicas ou "politicamente incorretas" para a época. Para garantir a bilheteria, Disney orientava seus roteiristas a adaptar os enredos para que ficassem mais adequados à audiência familiar, e a técnica continua sendo usada na empresa. 
 
Aqui vão 11 revelações sobre as histórias originais das animações bonitinhas do estúdio.

Reprodução/Fanpop
Reprodução/Fanpop

1

 

"A Pequena Sereia", de 1989

A história foi inspirada em um conto do dinarmaquês Hans Christian Andersen, de 1837. Na animação da Disney, a sereia Ariel faz um acordo com uma bruxa para se transformar em humana e se casar com Eric, vivendo feliz para sempre. Na história original, a sereia é obrigada pela bruxa a matar o príncipe, mas ela se nega e morre transformada em espuma no mar
Reprodução/Fanpop
Reprodução/Fanpop

2

 

"Mogli - o Menino Lobo", de 1967

O filme foi baseado em "O Livro da Selva", de Rudyard Kipling, publicado em 1894. Um bebê órfão é abandonado na selva e faz amizade com um urso e uma pantera. Quando ele precisa buscar abrigo em uma aldeia humana, se apaixona por uma garota e resolve ficar por ali. No livro, o final é um pouco diferente: Mogli não é bem recebido entre os humanos e volta para a floresta, onde arma um complô com o urso, a pantera, um elefante e uma matilha de lobos e destrói a aldeia dos humanos
Reprodução/Playbuzz
Reprodução/Playbuzz

3

 

"Cinderela", de 1950

Este conto de origem chinesa pode ter quase 3 mil anos, mas as adaptações mais conhecidas, antes do filme da Disney, são as de Charles Perrault, de 1697, e dos irmãos Jacob e Wilhelm Grimm, no século 18. No filme, as irmãs malvadas não conseguem calçar o sapatinho de cristal encontrado pelo príncipe na saída do baile. Cinderela calça o sapato, se casa com o príncipe e perdoa a crueldade da família. Já na versão tradicional, as irmãs chegam ao ponto de cortar os dedos dos pés e tirar pedaços do calcanhar para calçar os chinelos de ouro. Depois do casamento, Cinderela manda pássaros bicarem os olhos das irmãs. Não existe fada-madrinha nas versões originais
Reprodução/Fanpop
Reprodução/Fanpop

4

 

"Branca de Neve e os Sete Anões", de 1937

Foi o primeiro longa-metragem de animação dos estúdios Disney. Nessa versão fofinha, depois de ser perseguida e envenenada pela Rainha Má, Branca é despertada pelo beijo de um príncipe e, claro, vivem felizes para sempre. Já no conto dos irmãos Grimm, publicado em 1812, Branca convida a rainha para seu casamento e a obriga a dançar com sapatos de ferro quente até a morte
Reprodução/bimagewallpapers
Reprodução/bimagewallpapers

5

 

"Frozen, Uma Aventura Congelante", 2013

A animação conta a história de Elsa e sua irmã, Anna. Enquanto Elsa brinca com seus poderes mágicos, causa um acidente à sua irmã e se isola no quarto para não colocar outras pessoas em perigo. E por aí vai. O roteiro da Disney foi inspirado no livro "Rainha da Neve", de Hans Christian Andersen, de 1845, que é dividido em sete contos. O livro narra a procura de Gerda por seu amigo Kai, que havia sido enfeitiçado por um espelho e sequestrado pela Rainha da Neve. Quando é encontrado, Kai apresenta sintomas de estresse pós-traumático
Reprodução/Fanpop
Reprodução/Fanpop

6

 

"Enrolados", 2010

Também adaptada de um conto dos irmãos Grimm, a história de Rapunzel tem um final óbvio no filme. A mãe superprotetora mantém a filha presa em uma torre, até que um moçoilo a ajuda na fuga e, depois de alguns percalços, os dois se casam. No conto alemão, também há um final feliz, mas um pouco mais complexo. Quando a mãe descobre que a filha está grávida, usa o cabelo de Rapunzel para atrair o príncipe e faz com que ele caia da torre sobre um espinhal, o que o deixa cego. Rapunzel é enfeitiçada e condenada a vagar pelos campos. Depois de dar à luz filhos gêmeos, Rapunzel canta para as crianças, o príncipe ouve sua voz e a encontra. As lágrimas de felicidade da moça curam a cegueira do rapaz
Reprodução/Fanpop
Reprodução/Fanpop

7

 

"Pocahontas", de 1995

O filme foi baseado em uma história real. Na produção da Disney, Pocahontas é uma princesa nativa norte-americana que se apaixona pelo colonizador britânico John Smith. A índia salva o inglês da fúria do pai e traz a paz para a aldeia, mas John volta para a Inglaterra, e Pocahontas fica na América sonhando com o amor. Já na vida real, há evidências de que o colonizador tenha estuprado e engravidado a nativa, que estava com cerca de 12 anos, e os dois nunca se envolveram emocionalmente. Pocahontas foi convertida ao cristianismo, se casou com outro britânico, teve um filho e foi exibida na Inglaterra como exemplo de "índio civilizado". A Pocahontas de verdade morreu por volta dos 20 anos
Reprodução/SBS
Reprodução/SBS

8

 

"Mulan", de 1998

Esta produção da Disney é inspirada em uma antiga lenda chinesa. No filme, Mulan se disfarça de homem para substituir o pai no exército. Auxiliada por um guardião espiritual, Mulan se interessa por um general bonitão e volta para casa como uma valente guerreira. Na história chinesa, Mulan encontra a família falida e é obrigada a se prostituir, mas ela não aceita a ideia e comete suicídio
Reprodução/Amazon
Reprodução/Amazon

9

 

"A Bela Adormecida", de 1959

No dia de seu batizado, a princesa Aurora foi enfeitiçada pela bruxa Malévola, que havia tido suas asas de fada arrancadas pelo rei, pai de Aurora. O objetivo do feitiço era que Aurora morresse ao se ferir numa roca de fiar aos 16 anos, mas a fada Primavera conseguiu transformar a maldição em um sono profundo, que só seria interrompido por um beijo de amor. O final é o esperado... Agora, prepare-se, porque o caso é dramático. O filme foi inspirado em contos de Perrault e dos irmãos Grimm que, por sua vez, foram adaptados de uma história italiana, "Sol, Lua e Talia", de Gianbatista Basile, de 1634. No conto original, a princesa Talia, já adormecida, é estuprada por um príncipe casado e, nove meses depois, dá à luz os filhos Sol e Lua, ou Aurora e Dia. A mulher do príncipe ordena a um caçador que traga os corações das crianças, mas ele entrega corações de animais (já vi isso em alguma outra história). Depois, tenta jogar Sol e Lua em um poço de serpentes, mas é ela quem cai no poço e morre. Para fechar o drama, Talia se casa com seu estuprador
Reprodução/simplywallpaper
Reprodução/simplywallpaper

10

 

"A Princesa e o Sapo", de 2009

Nesta história famosa, uma princesa encontra um sapo, e o sapo a convence de que é um príncipe e que precisa de um beijo para voltar à forma humana. Na adaptação livre da Disney, Tiana se transforma em rã quando beija o sapo Naveen, e os dois enfrentam mil dificuldades até voltaram a ser gente, se casarem e abrirem um restaurante. Porém, nem a versão popular nem a da Disney reproduzem o que aconteceu no original dos irmãos Grimm: o feitiço que transformou o príncipe em sapo só é quebrado quando a princesa, cheia de nojinho, o arremessa contra uma parede. Eca!
Reprodução/Fanpop
Reprodução/Fanpop

11

 

"O Corcunda de Notre Dame", de 1996

Filme baseado no clássico do mesmo nome do francês Victor Hugo, publicado em 1831. Na animação, Quasímodo é o responsável por tocar o sino na catedral de Notre Dame, em Paris, e se encanta com a cigana Esmeralda, que é desejada pelo capitão Phoebus. Quando salvam Esmeralda da execução, Phoebus fica com a cigana e Quasímodo passa a ser visto como herói. Na história de Victor Hugo, o padre Frollo, que também deseja a moça, mata Phoebus, e Esmeralda é incriminada e condenada à morte. No momento da execução, Quasímodo empurra o padre do alto da torre e resgata Esmeralda. No final, os esqueletos dos dois são encontrados abraçados


BOL

Postador SERIDOPB

«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário :

receba nossas atualizações no seu Email

PESQUISE AQUI

TÓPICOS

15º ANIVERSÁRIO 30 DE NOVEMBRO A Igreja Genuína ACIDENTE AGRICULTURA AGUA ALAN ROBERTO ALERTA ALIMENTO AO VIVO BARAUNAS BARRIO BEER BATE PAPO COM O BLOGUEIRO BATISMO BOA NOTICIA BORBOREMA/AGRESTE BRASIL brechó solidário BREJO CARIRI CELEBRIDADES CHUVA COLUNA COLUNISTA ROGÉRIO SANTOS COM AGUA COMEMORAÇÃO CONGREGACIONAL COPA DO MUNDO 2018 CUBATI CUITE CULTURA CURIM CURIMATAU Curimataú CURIOSIDADE CURIOSO DA NET DEBATENDO A FÉ DENUNCIA DEPARTAMENTO DE HOMENS DESAQUE DESTAQUE DESTAQUE;CIÊNCIAS DESTAQUE;SÃO VICENTE DESTAUE dia do evangélico ECONOMIA EDUCAÇÃO ELEIÇÃO ELEIÇÕES 2012 ELEIÇÕES 2014 ELEIÇÕES 2016 EMPREGOS E OPORTUNIDADES ENEM ENQUETE ENTRETENIMENTO ESCOLA BÍBLICA ESPECIAL ESPORTE EVENTOS FESTIVIDADE LEVITAS. FOTOS Francisco José Radialista. FUTEBOL GERAL GREVE HISTÓRIA HUMOR IGREJA IGREJA SANTA IMPEACHMENT INFOMAÇÃO INFORMAÇÃO INTERNACIONAL INVESTIGAÇÕES IPTV JESUS LIBERTA JOÃO PESSOA JUAZEIRINHO JUNIOR JUSTIÇA LEI LITORAL LOTERIA MMN MORTE MUITO MAIS TRABALHO MUNDO MUSICA NATAL MAIS FELIZ NORDESTE NOSSO BLOG NOTICIA INTERNACIONAL NOVELAS NOVIDADE O NOSSO VERDADEIRO INIMIGO OLIMPÍADAS OLIVEDOS ONDANET OPINIÃO Oportunidades EMPREGOS E OTICA CENTRAL PARAÍBA POLEMICA POLICIA POLICIAL POLITICA POLÍTICA PREVIDENCIA PROTESTOS RECORDANDO REFLEXÃO POLÍTICA REGIÃO RELIGIÃO RETIRANDO RIO DE JANEIRO são joão SÃO VICENTE SAUDE SAÚDE SECA SEGURANÇA SERTÃO SOLEDADE TECNOLOGIA TRAGÉDIA TV AO VIVO TV E FAMA URGENTE UTILIDADE PUBLICA VIDEO