» » » Nelson quer união de classe política contra extinção do INSA

O vereador Nelson Gomes, ex-presidente da Câmara Municipal de Campina Grande, diz ser totalmente contrário a possível extinção do Instituto do Semiárido, com sede em Campina Grande.

Para tanto, ele solicita apoio da bancada federal no Congresso Nacional, formado por deputados e senadores paraibanos para atuar junto ao Governo Federal no sentido de que essas informações não venham a se concretizar e prejudicar Campina Grande, a Paraíba e o Nordeste.
Há notícias da possível extinção do Instituto com sede em Campina Grande. A estrutura do INSA poderá ser convertida numa coordenação, assim como a do Instituto da Amazônia e do Instituto do Pantanal.
Ao longo de 10 anos de atuação, o INSA realizou importantes ações para o desenvolvimento sustentável da região, buscando viabilizar soluções interinstitucionais para desafios de articulação, pesquisa, formação, difusão e políticas públicas para o desenvolvimento sustentável da região.
Criado por meio da lei n° 10.860, de 14 de abril de 2004, o Instituto do Semiárido é órgão ligado ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação do Governo Federal. O Insa é uma Unidade de Pesquisa integrante do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), com enfoque no Semiárido brasileiro.
Como uma instituição federal de pesquisa, o Insa articula, realiza, promove e divulga a Ciência, Tecnologia e Inovação como patrimônios universais para o bem da sociedade e, particularmente, do Semiárido brasileiro. O Instituto também tem inserção internacional como correspondente científico do Brasil junto à Convenção das Nações Unidas para o Combate à Desertificação (UNCCD) e Ponto Focal na América do Sul na Cúpula América do Sul-Países Árabes (ASPA), do Marco de Cooperação nas áreas técnica, científica e tecnológica.
MaisPB

Postador Sebastião Barbosa

«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário :

receba nossas atualizações no seu Email

PESQUISE AQUI