» » » Músico morre eletrocutado após choque ao consertar microfone

O vocalista e guitarrista da Banda Erva Daninha, Tony Ilha, morreu neste sábado (7) após levar um choque elétrico enquanto consertava um microfone. Ele estava na sua casa no bairro Maiobão, na região metropolitana de São Luís.

Segundo o amigo do músico Josué Souza, a filha de Tony, de seis anos, foi a primeira a encontrá-lo. “Ela disse para a mãe ‘o papai está brincando de morto’. Eles costumavam brincar assim. Quando a mulher dele percebeu que não era brincadeira chamou uma amiga da rua que é enfermeira para socorrê-lo”, contou.
O Serviço de Atendimento Móvel de urgência (Samu) foi acionado às 1h35, porém, a família disse que o atendimento demorou mais de 30 minutos para acontecer. Quando a equipe chegou ao local o músico já estava sem vida.
Josué contou ainda que o laudo do Instituto Médico Legal (IML) atestou que as artérias de Tony foram queimadas por causa do choque, o que para ele é estranho por se tratar de um aparelho de microfone.
“Não tem como um microfone dar um choque desses. Ele ficou com uma queimadura de um palmo no peito. Eu nunca vi, nem soube de alguém que tenha morrido por causa de um choque causado por um microfone”, disse Josué.
Tony Ilha tinha 43 anos e deixa seis filhos. O enterro está marcado para às 14h deste domingo.
G1

Postador Sebastião Barbosa

«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário :

receba nossas atualizações no seu Email

PESQUISE AQUI