» » » Perdão de dívidas para motos de 150 cilindradas termina na terça-feira

Os proprietários de motocicletas de até 150 cilindradas que querem o perdão das dívidas de IPVA e taxas do Detran atrasadas até 2014 têm até a próxima terça­feira (3) para garantir o benefício. Para isso, é preciso fazer adesão do parcelamento em três vezes do licenciamento 2015 do veículo e do Seguro Dpvat nas unidades do Detran­PB.

A adesão e o pagamento da primeira parcela precisam ser efetuados impreterivelmente até a próxima terça­feira . O superintendente do Detran, Aristeu Chaves, esclareceu que o perdão para motocicletas somente será dos tributos e das taxas do Detran­PB, mas não incluem as multas no trânsito. “É bom lembrar que o proprietário que optar pelo parcelamento do IPVA e do Seguro Dpvat em três vezes somente vai receber o DUT ou o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) após quitar todas as parcelas quando efetuar a terceira e última parcela que será datada em 30 de dezembro”, acrescentou.
Aristeu Chaves acrescentou ainda que caso o proprietário de motocicleta de até 150 cilindradas perca a opção do parcelamento em três vezes até o dia 3 de novembro, a opção que resta é a do pagamento à vista do Licenciamento 2015 e do Seguro Dpvat.
O proprietário tem data limite de 30 de dezembro para garantir o perdão dos anos anteriores. Além do IPVA, ficam perdoadas as taxas de prevenção contra incêndio e salvamento, de serviço sobre licenciamento anual de veículos e de diária, em depósito, de veículos apreendidos. Desconto do IPVA para veículos de quatro rodas Já os proprietários de veículos de quatro rodas (carros de passeios, caminhões e demais) podem aderir ao Refis que oferece descontos das multas e dos juros do IPVA anteriores ao ano de 2014 até o dia 30 de novembro.
Para garantir o desconto de 100% das multas e de 50% dos juros do IPVA vencidos até dezembro do ano passado, o proprietário precisa pagar o licenciamento 2015. O proprietário tem ainda a opção do parcelamento do IPVA atrasado em até dez vezes, desde que o valor de cada parcela não seja abaixo de uma UFR­PB (Unidade Fiscal de Referência), que custa cada uma R$ 42,08.


PORTAL DO LITORAL

Postador Sebastião Barbosa

«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário :

receba nossas atualizações no seu Email

PESQUISE AQUI