» » » Detentos ameaçam rebelião se forem dividir celas com suspeitos de matar criança


Os quatro presos suspeitos de matar um menino de cinco anos em Sumé, a 264 km de João Pessoa, foram transferidos para Monteiro, cidade da mesma região (Cariri), mas deverão ir para unidades prisionais em João Pessoa ou Campina Grande. A informação foi divulgada pelo delegado de Monteiro João Joaldo, na TV Correio HD, nesta quarta-feira (14).


O delegado disse que os detentos da cadeia pública de Monteiro teriam ameaçado fazer rebelião, caso eles permanecessem no local. Para que não fossem linchados, os quatro presos tiveram que ser levados de Sumé para Monteiro, de onde já terão que ser transferidos.

Eles foram presos em Sumé após “depoimentos contraditórios e álibis frágeis”, como foi dito pelo delegado Yure Givago, também na TV Correio HD nesta quarta (14). 

O menino de cinco anos desapareceu no domingo (11) e foi achado morto na terça (13), com o corpo mutilado.

A Polícia Civil investiga se houve morte por magia negra, assassinato praticado por um doente mental e homicídio por vingança praticado pelo amigo da família.

Como era a criança

A TV Correio HD trouxe uma reportagem que mostra um pouco de como era a rotina da criança no interior da Paraíba.

Assista:







PORTAL CORREIO

Postador Sebastião Barbosa

«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário :

receba nossas atualizações no seu Email

PESQUISE AQUI