» » Casal de idosos tem carro metralhado ao entrar por engano em favela

Um casal de idosos teve o carro metralhado por traficantes ao entrar por engano na comunidade do Caramujo, no Fonseca, em Niterói, na Região Metropolitana, na noite deste sábado. A mulher identificada como Regina Múrmura, de 70 anos, foi levada para o Hospital Estadual Azevedo Lima, mas morreu na unidade. De acordo com a Divisão de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí, as vítimas saíram do bairro do Leme, na Zona Sul do Rio, para ir a um restaurante em São Francisco, na Zona Sul da cidade vizinha, e utilizaram um aplicativo de localização no celular, que indicou o caminho pela favela. O carro foi cercado por homens fortemente armados que atiraram quando os dois já estavam saindo da favela.

—O marido da vítima já prestou depoimento na sede da DH. Estamos tentando identificar os atiradores, que são traficantes de drogas da região — afirmou o delegado Alan Duarte.
Segundo a Polícia Militar, o carro foi atingido por pelo menos 20 disparos. A direção do Hospital Estadual Azevedo Lima informou que Regina Múrmura deu entrada na unidade na noite deste sábado, com parada cardiorrespiratória. Os médicos ainda tentaram manobras de ressuscitação, mas a paciente não resistiu.
Atriz teve carro atingido no mesmo local
A atriz Fabiana Karla seguia com o marido e a mãe para uma festa de aniversário em Pendotiba, em Niterói, na noite do dia 9 de agosto, quando teve o carro cercado por bandidos armados que dispararam contra o veículo. Um aplicativo de GPS no celular indicou uma rota e, por engano, a atriz entrou na comunidade do Caramujo, no bairro Fonseca. Ninguém ficou ferido.
Extra On line 

Postador Sebastião Barbosa

«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário :

receba nossas atualizações no seu Email

PESQUISE AQUI