» » » SINPUC SE MANIFESTA SOBRE PROIBIÇÃO DE CORTE DA MERENDA EM PICUÍ

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais da Região do Curimataú e Seridó Paraibano vem por meio desta tornar público e repudiar veementemente a determinação oriunda da Secretaria Municipal de Educação de Picuí, em proibir os servidores da educação juntamente com o corpo docente das escolas municipais lancharem nas escolas. Apesar de a determinação ter sido comunicada informalmente por alguns diretores escolares, o sindicato entende que a decisão humilha os trabalhadores da educação e demonstra que mais uma vez a Senhora Secretária toma medidas arbitrárias desrespeitando o principio democrático e tira a autonomia do Conselho de Alimentação Escolar do município – CAE. O Sindicato compreende que a educação é um todo e que outros gastos poderiam ter sido cortados em outros setores para fazer redução dos custos, a exemplo do Desfile do Dia 7 de setembro.

Não houve nenhum estudo ou pesquisa, como exige a lei, que subsidiasse a decisão da secretaria de proibir a oferta de alimentação para os professores.

Uma hipótese que pode ser testada numa eventual pesquisa: uma campanha para evitar desperdício de alimentos na escola não economizaria mais recursos do que a proibição da alimentação dos professores?

Os professores se sentiram discriminados e desrespeitados pela atitude da secretaria de Educação. O Conselho de Alimentação Escolar não foi consultado para deliberar sobre a medida. E, o ato, não garante economia de recursos da Prefeitura. É por essas práticas que trabalhadores da educação em Picuí reclamam da má relação de trabalho com a gestora.


SINPUC 

Postador Sebastião Barbosa

«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário :

receba nossas atualizações no seu Email

PESQUISE AQUI