» » » Cartaxo sai do PT, vai para o PSD e fortalece base para projeto de reeleição em JP

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, que deixou o PT para se filiar ao PSD, nesta quinta-feira (17), disse que a mudança é um decisão “acertada e madura” e acontece “para o bem de João Pessoa”. A declaração foi dada durante uma entrevista coletiva, na qual Cartaxo deixou claro que a saída do PT não significa um rompimento com lideranças políticas


Na chegada, o prefeito foi ovacionado pelo público e recebido com festa por pessoas que gritavam "é com coragem e respeito, é Luciano, meu prefeito". Ele explicou como aconteceu o processo de mudança partidária.

“É uma decisão equilibrada e madura que leva em consideração um convite feito pelo presidente do partido, Rômulo Gouveia, e tem o aval do presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab. O PSD vem crescendo. A partir deste momento vamos respirar outros ares e crescer muito, para que a gente possa efetivamente trabalhar cada vez mais pela cidade e pelo estado”, disse Cartaxo.

O prefeito falou também que a saída do partido no qual ele esteve por cerca de 20 anos vai possibilitar a atração de alianças políticas para as eleições de 2016, quando ele poderá tentar a reeleição.

“Essa é a nossa leitura, depois de 20 anos no PT, para que possamos preservar nossa administração. Vai nos dar mobilidade para que possamos agregar forças políticas que deverão contribuir com a cidade de João Pessoa. Não estamos rompendo com absolutamente ninguém. João Pessoa está muito acima das decisões partidárias”, afirmou Luciano Cartaxo.

Ainda na coletiva, Cartaxo elencou motivos que o fizeram com que deixasse o PT, como as questões que acontecem no âmbito nacional e que estariam prejudicando a administração dele.

“Nós estamos reafirmando este compromisso com a cidade de João Pessoa e dizendo claramente que o que acontece nacionalmente não pode prejudicar a cidade. Não podemos perder nenhum minuto sequer com explicações de fatos que não têm nada a ver com João Pessoa. É a melhor decisão, não para o prefeito, mas para a cidade”, contou Luciano Cartaxo.
O presidente estadual do PSD, Rômulo Gouveia, participou da coletiva e disse que Cartaxo vai ter total autonomia para discutir e articular as alianças políticas para as eleições em 2016.
“Gostaria de dizer que o prefeito vai ter no PSD o perfil de autonomia no processo [eleitoral em 2016]; as alianças vão ser construídas na cidade será sob seu comando”, contou Rômulo.

Cartaxo chegou à coletiva acompanhado da primeira dama de João Pessoa, Maísa Cartaxo, do presidente estadual do PSD na Paraíba, do deputado federal Rômulo Gouveia, da vereadora e presidente do PSD de João Pessoa, Raíssa Lacerda, e do presidente da Câmara de João Pessoa, Durval Ferreira (PP).


PORTAL CORREIO 

Postador Sebastião Barbosa

«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário :

receba nossas atualizações no seu Email

PESQUISE AQUI