» » » Açude de Soledade se encontra quase seco e esquecido pelo DNOCS

 A maior bacia hídrica do município de Soledade, o açude ministro José Américo de Soledade conhecido como “açude do estado” que tem capacidade para armazenar mais de 20 milhões de metros cúbicos de água, encontra-se em situação preocupante em face de acentuada degradação de sua bacia hidrográfica, era o que já relatava a reportagem fotográfica de Elias Rodrigues realizada no ano passado.
O açude de Soledade apesar de ser denominado "açude do estado", não se refere ao ente federado (Estado da Paraíba), é na verdade, uma obra que surgiu a partir da seca enfrentada pelos paraibanos durante o governo de José Américo de Almeida – mais especificamente entre os anos de 1951 e 1952. O manancial pertence ao Departamento Nacional de Obras Contra a Seca - DNOCS, Órgão do Governo Federal.
 
No ano de 2006 houve a formação de uma comissão gestora do açude coordenada pelo DNOCS que se propunha a implantar uma gestão partilhada do reservatório com a sociedade civil, os usuários e o poder público estadual e municipal.
 
 Fotso: DNOCS - formação da Comissão Gestora dos Açudes Engenheiro Arcoverde e Soledade - ano 2006

 
Com a comissão formada, ficou responsável pela unidade local do DNOCS em Soledade naquela época, o servidor Francisco de Assis Freire de Oliveira, mas não há registros de que esta comissão tenha permanecido em atividade.
 
 
Fotos: Ano de 2014 - reportagem fotográfica de Elias Rodrigues
 
Agora o açude está praticamente seco devido a longa estiagem que assola a Paraíba há quatro anos e devido a esta situação fica prejudicada a produção de peixe e camarão que sustenta centenas de famílias e que movimenta uma cadeia produtiva, geradora de emprego e renda na região de Soledade.
 
O fotógrafo da cidade de Soledade, Elias Rodrigues havia feito uma série de fotos onde mostrava naquele ano a situação de abandono em que se encontrava o principal manancial do município de Soledade, sendo que até agora nada foi feito para restaurar a capacidade hídrica daquele açude.
 
O chamado açude do estado tem sido bastante utilizado para atividade pesqueira, beneficiando dezenas de pescadores vinculados à Colônia de Pescadores Z-27 no bairro São José. 
 
A falta de manutenção naquele manancial prejudica a economia municipal, sobretudo, quando se espera a chegada de boas chuvas após um longo período de estiagem.
 
As últimas vezes que o reservatório transbordou foram em 1985 e no ano de 2008.
 
 
 


SOLEDADE NOTICIAS
IMAGENS DE ELIAS RODRIGUES . 

Postador Sebastião Barbosa

«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário :

receba nossas atualizações no seu Email

PESQUISE AQUI