» » » Procuradoria quer 184 anos de prisão para Eduardo Cunha

BRASÍLIA - O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, entregou ao Supremo Tribunal Federal (STF) denúncia contra Eduardo Cunha (PMDB), presidente da Câmara.

No texto, de 85 páginas, ele pede a condenação do deputado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.


Com a denúncia em mãos, o STF agora deverá decidir se a aceita ou não. E caso positivo, Cunha automaticamente se torna réu e responderá a ações penais no Supremo.

Por ter foro privilegiado em decorrência de ser deputado, ele não pode ser processado em outra instância da Justiça.

De acordo com a denúncia, Cunha teria recebido, entre junho de 2006 e outubro de 2012, pelo menos US$ 5 milhões para viabilizar a contratação de dois navios-sonda para a Petrobras.

As acusações surgiram após delação premiada do ex-consultor Júlio Camargo, um dos intermediários da propina.

Collor também é denunciado

O ex-presidente e atual senador Fernando Collor (PTB-AL) também foi denunciado por Janot.

Assim como Cunha, Collor também foi citado por suposto envolvimento no esquema de corrupção da Petrobras.

O senador também poderá responder por corrupção.

Além dele, a ex-deputada Solange Almeida (PMDB-RJ), atual prefeita de Rio Bonito (RJ), e Pedro Paulo Leoni Ramos, ministro no governo Collor, foram denunciados.

Fonte: Yahoo

Postador Sebastião Barbosa

«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário :

receba nossas atualizações no seu Email

PESQUISE AQUI