» » » Professores da UFPB mantém greve

Os professores da Universidade Federal da Paraíba rejeitaram, em assembleia realizada na manhã desta quinta-feira (09), em João Pessoa, a proposta  do Governo Federal que insiste no reajuste parcelado em quatro anos, e decidiram manter a greve por tempo indeterminado.

Foram 96 votos favoráveis à continuidade do movimento, nenhum contrário e apenas uma abstenção.



Na ocasião, foi apresentada uma contra proposta, elaborada pelo Comando Local de Greve dos professores da UFPB.  Os servidores reafirmaram a luta pelo reajuste de 27,3% em 2016, sem parcelamento, e que também querem debater com o governo os oito demais itens da pauta de reivindicações, como benefícios e a Convenção 151 da Organização Internacional do Trabalho (OIT).

A contraprosta também foi aprovada por 96 votos, nenhum contrário e apenas uma abstenção. 

Paulo Rizzo, presidente do ANDES-SN, avaliou a reunião e criticou a intransigência do governo em negociar. “Minha avaliação é de que o governo estava com uma postura inflexível, colocando dificuldades para melhorar a proposta. Temos que continuar a greve dos SPF, que já está crescendo, para pressionar o governo. Sem isso, não teremos proposta melhor. Não podemos aceitar um reajuste abaixo da inflação e queremos negociar o restante da pauta de reivindicações”, disse o docente.

Uma nova assembleia deve acontecer no próximo dia 15 de junho. 

Logo mais às 15h desta quinta-feira (09) acontecerá no auditório da ADUFCG em Campina Grande, uma reunião ampliada do Comando Local de Greve para definir os rumos do movimento na UFCG.


CONFIRA O CALENDÁRIO DA ADUFPB PARA OS PRÓXIMOS DIAS

10/07 – 16:30h – Cineclube Soy Loco Por Ti América: “O dia que durou 21 anos”. (Auditório 211 – CCSA);

13/07 – Audiência com a reitora para discutir ponto relativo ao artigo 192 (Aposentados).

15/07 -  9H. Assembleia Docente. Auditório da Reitoria.

15/07 – Todo o dia: Doação de sangue no Hospital Universitário da UFPB.

16/07 – Debate “Crise econômica e ajuste fiscal”. Horário e local a definir, assim como os painelistas, cujos nomes deverão ser alguns dos seguintes, a depender de sua disponibilidade: Marcelo Badaró, Valério Arcary, Guilherme Boulos, Marcelo Carcanholo. Notícias da Greve


PB Agora 

Postador Sebastião Barbosa

«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário :

receba nossas atualizações no seu Email

PESQUISE AQUI