» » » Placar 2 a 1 contra a Venezuela; Thiago Silva e Firmino marcam e seleção avança na Copa


A seleção brasileira venceu a Venezuela por 2 a 1 na noite deste domingo e garantiu a classificação para as quartas de final da Copa América 2015. Thiago Silva, no primeiro tempo, e Roberto Firmino, no segundo, marcaram os gols que garantiram a vitória, enquanto Miku descontou. Na próxima fase do torneio disputado no Chile, o time comandado pelo técnico Dunga enfrentará o Paraguai, que se classificou com a segunda melhor campanha do grupo B.


Sem contar com Neymar, suspenso pela Conmebol após ser expulso no último jogo do Brasil, contra a Colômbia, Dunga optou por promover a estreia do veterano Robinho na Copa América, formando dupla de ataque com Roberto Firmino. E rapidamente o atacante começou a mostrar serviço.


Nos primeiros minutos Robinho já havia participado de uma série de jogadas ofensivas, até que, aos 8 minutos, cobrou escanteio pelo lado direito do ataque brasileiro colocando a bola perto da marca do pênalti. O zagueiro Thiago Silva chegou batendo de primeira e superou o goleiro Baroja para fazer 1 a 0. A vantagem pareceu ter dado ao time brasileiro a tranquilidade necessária para levar o jogo sem correr grandes riscos. A seleção voltou a chegar bem em chute de Robinho aos 15, tabela de Willian e Filipe Luís aos 23, e finalização de Willian aos 38, mas o placar seguiu sem mudanças até o intervalo.


Na etapa final, mais uma vez o Brasil conseguiu se impôr logo nos primeiros minutos, evitando qualquer risco de ver o adversário crescer na partida. Aos 3 minutos, Willian cobrou escanteio e Thiago Silva cabeceou com perigo, exigindo boa defesa de Baroja. E aos 6, Firmino completou bom cruzamento de Willian da esquerda para fazer 2 a 0.


A desvantagem maior fez a Venezuela se lançar mais ao ataque e, a partir daí, o rival brasileiro teve suas chegadas mais perigosas, especialmente no chute perigoso de Arango aos 10 minutos, que Jefferson espalmou para escanteio com uma grande defesa com a ponta dos dedos. Aos 21 minutos, Dunga indicou a intenção de administrar o resultado ao colocar o zagueiro David Luiz no lugar de Roberto Firmino e o atacante Diego Tardelli no lugar do meia Philippe Coutinho.


Aos 30, foi a vez de Robinho sair para a entrada de mais um zagueiro, Marquinhos. Quando a vitória consolidada, no entanto, a Venezuela conseguiu descontar. Arango cobrou falta e Jefferson mais uma vez defendeu bem, mas no rebote Miku chegou antes da defesa para cabecear e fazer 2 a 1. Foi o suficiente para deixar o Brasil assustado nos últimos minutos, mas não para ameaçar a vitória, que poucos minutos depois foi confirmada com o apito final do árbitro paraguaio Enrique Cáceres.


guiadoboleiro

Postador Sebastião Barbosa

«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário :

receba nossas atualizações no seu Email

PESQUISE AQUI