» » » Banco do Brasil terá concurso para nível médio! Salário inicial de R$ 3.280!

Os interessados em participar do concurso para escriturário do Banco do Brasil (BB), que incluirá seis estados das regiões Norte, Sudeste e Sul, ganharão um pouco mais de tempo para os estudos. Segundo informou, na última quarta, dia 27, a gerente executiva de Gestão de Pessoas do banco, Ana Cristina Rosa Garcia, o BB divulgará o próximo edital somente após o encerramento do concurso em vigor, que vai até dia 26 de setembro. A previsão inicial seria de que as regras pudessem ser liberadas ainda neste primeiro semestre.

De acordo com a gerente executiva, a mudança da diretriz do BB, que é de abrir uma nova seleção três ou quatro meses antes do término do prazo de validade do certame em vigor expirar, foi alterada em virtude da necessidade de se incluir vagas imediatas no edital. “Tendo em vista que, a partir do próximo certame, o banco divulgará vagas, além do cadastro de reserva, o novo edital será divulgado após o encerramento da vigência do edital anterior. Não há definição quanto à data prevista para divulgação de novo edital, uma vez que os estudos necessários ainda não foram concluídos”, destacou.
A previsão de que o BB divulgaria, neste primeiro semestre, o seu edital era baseada nas declarações dadas no início deste ano, pelo diretor de Gestão de Pessoas do BB, Carlos Netto. Na ocasião, o dirigente disse que o banco iria manter sua diretriz de abrir uma nova seleção de três a quatro meses antes do término do prazo de validade do certame em vigor expirar. Como o concurso do Rio encerra sua vigência em 26 de setembro, o limite para a publicação do edital seria junho.
No entanto, essa diretriz precisou ser alterada a partir de um acordo firmado com o Ministério Público do Trabalho no Distrito Federal (MPT-DF), em abril. É que ele obriga o banco a oferecer vagas imediatas nos seus próximos concursos e a chamar pelo menos 500 aprovados da seleção em vigor, que inclui o Rio de Janeiro e cujo prazo de validade ainda está vigente. Devido a essa nova situação, o banco optou por postergar o concurso por mais alguns meses.
Anteriormente, quando o concurso era somente para cadastro, a empresa sentia-se à vontade para publicar editais e ir chamando os aprovados de acordo com suas necessidades, que sempre foram altas. No entanto, agora o BB será obrigado a contratar aquele número fixado em edital (vagas imediatas), o que exige um estudo mais detalhado, o que já está sendo realizado. Além de não desejar ficar sem um cadastro de reserva ativo, o banco possui grande necessidade de pessoal, o que reforça a necessidade de se abrir novas seleções. Segundo o Sindicato dos Bancários, a necessidade é de mais de 8 mil funcionários em todo o país.
Quem sonha com uma vaga de escriturário, no entanto, deve manter a preparação em dia, pois a seleção irá ocorrer, já que os estudos sobre a oferta de vagas imediatas estão em andamento e, também, porque não é interessante para o banco ficar sem um cadastro válido de pessoal por muito tempo, já que o impediria de realizar novas contratações. Além disso, uma fonte ligada ao concurso informou que o BB tem se reunido com a Fundação Cesgranrio, organizadora, para tratar do concurso.
Na visão da especialista em concursos Rosângela Cardoso, os futuros candidatos não devem ficar desanimados com o eventual atraso. Segundo ela, em um concurso tão concorrido como esse, quanto mais tempo de estudo, maiores as chances de vencer a concorrência e obter uma boa classificação. “Para quem quer mesmo ingressar no serviço público, não há motivos que o faça parar de estudar. Atrasos em editais ocorrem com uma certa rotina. Por isso, quem está estudando há algum tempo deve aproveitar esse período extra para reforçar a preparação nas disciplinas em que possui maior dificuldade. Já aquele que começou há pouco tempo ou ainda não iniciou os estudos terá tempo suficiente para recuperar o atraso”, disse.
A estrutura da seleção já está definida: os candidatos serão avaliados por meio de 70 questões objetivas, além de uma redação, e o programa deverá ser o mesmo da seleção anterior para 15 estados. Haverá 25 questões de Conhecimentos Básicos e 45 de Conhecimentos Específicos, com a redação sendo do tipo dissertativo-argumentativo. Os interessados devem seguir se preparando, tendo em vista que a seleção promete ser bastante concorrida.
Vantagens – O cargo de escriturário exige o nível médio e tem remuneração inicial de R$3.280, somando salário-base de R$2.227,26, ajuda-alimentação de R$572, vale-refeição de R$431,16 e vale-cultura de R$50. Os funcionários do BB recebem participação nos lucros ou resultados, vale-transporte, auxílio-creche, auxílio a filho com deficiência, plano odontológico, assistência médica (planos de saúde), previdência privada e participação no Programa de Qualidade de Vida no Trabalho. Isso sem falar na possibilidade de crescimento profissional. A seleção será destinada ao Amazonas (parte do estado), Espírito Santo, Minas Gerais (parte), Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Santa Catarina (parte). O BB contrata pelo regime celetista.

Detalhes:

  • Banca organizadora:  Fundação Cesgranrio
  • Cargos: Escriturário
  • Escolaridade: Nível médio completo
  • Estados: RJ, AM, ES, MG, RS, SC
  • Número de vagas: Em definição
  • Salário: R$ 3.280
  • Situação: confirmado
  • Previsão p/ publicação do edital: 2° semestre de 2015
  • Link do último edital

Postador Sebastião Barbosa

«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário :

receba nossas atualizações no seu Email

PESQUISE AQUI