» » » » Após confusão com babá, ex-primeira-dama da Paraíba depõe em delegacia

A ex-primeira-dama do estado da Paraíba e jornalista Pâmela Bório foi conduzida na tarde desta segunda-feira (8) pela polícia, para a Delegacia de Homicídios de João Pessoa para prestar esclarecimentos sobre um desentendimento entre ela e uma babá do seu filho. No último dia 3 de junho a babá, de 47 anos, foi até a Delegacia de Crimes contra a Pessoa e em depoimento, afirmou que foi agredida com chutes, pontapés e teve o rosto arranhado por Pâmela Bório.

De acordo com advogado de defesa de Pâmela, ela que teria sido a vítima da agressão física por parte da babá e a presença dela na delegacia nesta segunda, foi apenas para tratar do desentendimento entre ela e a babá. A ex-primeira dama também registrou um boletim de ocorrência sobre o caso.

"Eu estava indo buscar o meu filho na escola, quando um carro da polícia interceptou o nosso veículo, pedindo para eu vir até a delegacia prestar depoimento", disse Pâmela, acrescentando que está sendo vítima de uma ação difamatória.

De acordo com o delegado Marcos Paulo, que concedeu uma entrevista coletiva nesta segunda-feira, Pâmela Bório foi intimada duas vezes para prestar depoimento e esclarecer a denúncia de agressão, mas descumpriu as duas intimações e não apresentou qualquer justificativa. Após o descumprimento das duas intimações foi então expedido um mandato de condução coercitiva, onde policiais abordaram Pâmela, próximo da casa dela e a levaram para a delegacia, onde ela deu a versão dela sobre a ocorrência envolvendo a babá.

Ainda segundo o delegado foi lavrado um termo circunstanciado de ocorrência por conta do descumprimento das intimações. Quanto às denúncias da babá, o delegado informou que o caso ainda está sendo apurado.

Depoimento da babá

Segundo o depoimento da babá, o motivo da agressão teria sido porque Pâmela Bório pediu para que a babá, que estava doente, fosse embora do apartamento dela. A funcionária alegou que Pâmela a agrediu e a ameaçou com uma faca, após uma discussão. Segundo a babá, ela teria se recusado a ir embora porque estava doente e estava tarde, mas Pâmela não teria reagido bem à negativa da babá e o desentendimento começou.

Entretanto, segundo um boletim de ocorrência feito por Pâmela Bório na 12ª Delegacia Distrital de João Pessoa, a babá é que teria sido a agressora. Em relato aos policias, na última quarta-feira (3), a ex-primeira-dama afirmou que depois de a funcionária ter se recusado a ir embora, mesmo estando doente, teria sido agredida com chutes, empurrões e arranhões pela mulher. Pâmela disse, ainda, que foi socorrida por seu irmão, que chegou no momento da briga.

G1 PB

Postador Sebastião Barbosa

«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário :

receba nossas atualizações no seu Email

PESQUISE AQUI