» » » Racionamento de água vai ser expandido na Paraíba, diz governo

Mais 13 localidades no Sertão e Curimataú da Paraíba serão submetidas ao racionamento do abastecimento de água a partir do dia 1º de junho, informou nesta quinta-feira (21) o secretário de Estado dos Recursos Hídricos, do Meio Ambiente e da Ciência e Tecnologia, João Azevedo Lins Filho. O racionamento também será ampliado para Campina Grande e outros 18 municípios atendidos pelo açude Epitácio Pessoa, em Boqueirão. A Paraíba tem atualmente 32 municípios em racionamento e 23 em colapso de abastecimento de água.

Até as 16h30, a diretoria da Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) estava reunida para definir a ampliação deste racionamento da água de Boqueirão e como funcionarão os demais racionamentos. Atualmente, o reservatório de Boqueirão está com 18,9% da capacidade, segundo a Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa).
Devido à seca, o estado anunciou que será adotado o racionamento também para Sousa,Marizópolis e Nazarezinho, do manancial de São Gonçalo; Imaculada (Albino); Cajazeiras e Distrito Engenheiro Ávidos (manancial de Engenheiro Ávidos); Itaporanga (Cachoeira dos Alves); Picuí, Frei Martinho e Nova Palmeira (Várzea Grande); Barra de Santa Rosa (Poleiro); São José de Piranhas (São José I); e São José de Caiana (Pimenta).
O anúncio aconteceu durante uma reunião da Comissão Especial de Acompanhamento Sobre a Gestão das Águas (Ceasga) do Ministério Público da Paraíba (MPPB), em João Pessoa. "Estamos saindo desta reunião com uma definição racional do problema. Chegamos a resultados objetivos, garantindo e dando uma segurança maior à população que sofre com a escassez de água”, comentou o procurador-geral do MPPB, Bertrand Asfora.
O secretário João Azevedo classificou o racionamento como uma "decisão técnica". "Estamos vivendo há quatro anos sem o reabastecimento dos nossos mananciais pelas chuvas. Por isso essas medidas necessárias em cima dos estudos elaborados para as situações mais desfavoráveis, ou seja, sem considerar precipitações pluviométricas no período do racionamento e com demanda zero para irrigação e outros fins. Na semana que vem, anunciamos quando e como fazer esse aumento do racionamento", explicou.
Municípios em racionamento

Barra de São Miguel, Umbuzeiro, Nova Palmeira, Areia, Campina Grande, Barra de Santana, Caturité, Queimadas, Pocinhos, Lagoa Seca, Matinhas, São Sebastião de Lagoa de Roça, Alagoa Nova, Aroeiras, Gado Bravo, Nazarezinho, Bom Sucesso, Brejo dos Santos, Santa Cruz, Vierópolis, Lastro, São Francisco, Riacho dos Cavalos, Jericó, Mato Grosso, Princesa Isabel, Belém, Alagoa Grande, Pilões, Caiçara, Logradouro e Monte Horebe.

Municípios em colapso
Montadas, Algodão de Jandaíra, Nova Floresta, Cuité, Serra Redonda, Remígio, Esperança, Puxinanã, Areial, Riacho de Santo Antônio, Desterro, Cacimbas, São João do Rio do Peixe, Carrapateira, Triunfo, Solânea, Bananeiras, Cacimba de Dentro, Araruna, Riachão, Tacima, Dona Inês e Damião.



G1 PB

Postador Sebastião Barbosa

«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário :

receba nossas atualizações no seu Email

PESQUISE AQUI