» » Inclusão de nono dígito em números de celular da PB começa este mês

Os números dos telefones celulares com código de área 83, da Paraíba, passam a ter o nono dígito no dia 31. A mudança deve atingir pelo menos 73% da população, que, segundo o IBGE, é usuária de telefonia móvel no estado.

O aviso com o cronograma de adoção do nono dígito foi publicado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) no Diário Oficial da União. A partir do dia 31, o dígito nove será acrescentado à esquerda dos números atuais, que passarão a ter o seguinte formato: (83) 9XXXX-XXXX.
A mudança é obrigatória e acontece automaticamente em todos os números de celular com o DDD da Paraíba. Os planos de serviço de telefonia fixa e móvel especializado não sofrem alterações. Segundo a Anatel, os clientes devem se responsabilizar por atualizar a agenda de contatos. O saldo e a validade dos créditos pré-pago ou controle não serão alterados com a mudança.
De acordo com a agência, até 40 dias após a mudança, as ligações com oito dígitos serão completadas para adaptação das redes e usuários, e gradualmente haverá interceptações e os usuários receberão mensagens com orientações sobre a nova forma de discagem.
Passado este período, as chamadas feitas com oito dígitos não serão completadas e os usuários serão orientados a usar a nova numeração. Mensagens SMS e MMS não serão enviadas se forem usados oito dígitos. Após o dia 9 de setembro, as chamadas feitas sem o nono dígito não serão completadas e os usuários ouvirão a mensagem de número inexistente.
Além da Paraíba, os estados de Alagoas, Ceará, Rio Grande do Norte, Pernambuco e Piauí também terão a adoção do nono dígito em maio. Segundo a Anatel, a mudança nos códigos de acesso do serviço móvel pessoal visa aumentar a disponibilidade de números de celulares e atender à crescente demanda de novos usuários no Brasil. Atualmente, o nono dígito já foi implantado nos estados de São Paulo (DDDs 11 a 19), Rio de Janeiro (21, 22 e 24), Espírito Santo (27 e 29), Amapá (96), Amazonas (92 e 97), Maranhão (98 e 99), Pará (91, 93 e 94) e Roraima (95).

Com G1

Postador Sebastião Barbosa

«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário :

receba nossas atualizações no seu Email

PESQUISE AQUI