A minha lida diária com algumas pessoas sinceras e sedentas da palavra, leva-me a pensar sempre nos motivos que empurram as pessoas a procurarem a solução imediata de seus problemas existenciais. Nesse momento não teria como elencar os problemas por mim ouvidos, mas certo de que esses mesmos causam um desconforto, propiciando para o individuo, variados sentimentos negativos e doloridos.
   Tento sempre argumentar com a palavra de Deus, ou seja, entendo que a palavra de Deus é suficiente, clara, autoridade e necessária. Por isso não tem como ser diferente a nossa postura e aconselhamento.
   Entretanto quando o apostolo Pedro em sua segunda epístola adverte sobre o caráter dos falsos mestres e o seu real intento, noto que varias pessoas estão sendo vergonhosamente enganadas por ensinos escusos e arbitrários. O texto ensina que haverá introduzido no meio evangélico pessoas que ensinaram doutrinas heréticas ao ponto de fazer uma pessoa negar as doutrinas fundamentais do evangelho (2Pe 2.1).

   Não me vem outra coisa se não a identificação desses nos dias atuais sendo todos os que em cima do nome “evangélicos” admitem serem evangélicos, mas negam princípios fundamentais da palavra de Deus. Digo isso não por mera perseguição ou por outra coisa qualquer, mas a realidade crua de servidores do maligno travestidos de fontes cristalinas e cheias. Não passam de fontes secas.



AUTOR: ANTONIO JUNIOR PARA O SERIDÓPB

Postador Junior Antonio

«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário :

receba nossas atualizações no seu Email

PESQUISE AQUI