» » » Ao vivo, polícia americana interrompe link e expulsa equipe da Globo

A polícia americana expulsou na tarde desta quarta-feira (13) um jornalista e um cinegrafista da Globo, que estavam parados em um local proibido para fazer a cobertura do acidente de trem, ocorrido na noite anterior na cidade da Filadélfia, nos Estados Unidos, e que provocou a morte de pelo menos seis pessoas.

O correspondente Alan Severiano falava com a âncora Sandra Annenberg ao vivo durante o "Jornal Hoje", à beira de uma rodovia, quando foi interrompido por um policial. "A gente veio de carro porque de trem é impossível. Essa linha está interditada desde ontem à noite", dizia o repórter, ao perceber a sirene e o agente. "Aqui, do nosso lado, tem um policial que está pedindo para se retirar, porque estamos ao lado da rodovia", explicou Severiano.
O agente solicitou que o jornalista e o cinegrafista se retirassem imediatamente da região. Constrangido, Severiano atendeu prontamente o pedido, saiu do local e, enquanto caminhava, continuou com as informações sobre o ocorrido. Ao lado, o policial os acompanhavam.
A  equipe da Globo foi até a Filadélfia, no Estado americano da Pensilvânia, para relatar o trágico acidente de um trem de passageiros da Amtrak, empresa federal norte-americana de transporte ferroviário.
Segundo a agência Reuters, o acidente deixou 6 pessoas mortas e pelo menos 180 feridas, muitas delas em estado grave. Sobreviventes descreveram cenas de horror e caos, à medida que passageiros e bagagens foram jogados pelo trem.


UOL

Postador Sebastião Barbosa

«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário :

receba nossas atualizações no seu Email

PESQUISE AQUI