» » » Ministério Público da Paraíba divulga edital de concurso com 105 vagas

Foi publicado nesta segunda-feira (27) o edital do concurso para seleção de servidores para o Ministério Público da Paraíba. Ao todo, são ofertadas 105 vagas – para cargos de nível superior e nível médio - para o Quadro de Serviços Auxiliares. Os vencimentos variam de R$ 3.341,29 a R$ 4.940,25. Veja aqui o edital.

As inscrições começam na próxima segunda-feira (4) e seguem até 3 de junho. As provas do concurso serão aplicadas em João Pessoa em 19 de julho. O edital também prevê cadastro de reserva. A taxa de inscrição para os cargos de nível superior é de R$ 100 e, para os de nível médio, R$ 85.
As 13 vagas de nível superior são para os cargos de Analista de Sistemas (Desenvolvedor, Administrador de Redes e Administrador de Banco de Dados) e de Analista Ministerial (Auditor de Contas Públicas, Medicina e Odontologia). Para nível médio, são ofertadas 92 vagas para o cargo de Técnico Ministerial (Suporte, Web Designer, Diligências e Apoio Administrativo e sem especialidade).
O edital foi publicado na íntegra na edição extraordinária desta segunda-feira do Diário Oficial Eletrônico (DOE) do Ministério Público da Paraíba. No documento, constam conteúdo programático das provas, detalhamento de vagas, normas do concurso, o cronograma, entre outras informações. A organização do concurso ficará sob responsabilidade da Fundação Carlos Chagas, sediada em São Paulo.
As vagas do concurso estão distribuídas por região, mas o certame abrirá inscrição para todo o estado, de modo que será formada uma única lista de aprovados, de acordo com cada cargo. Isso significa dizer que o candidato não poderá escolher, no momento da inscrição, a região para a qual fará a prova. Com a vigência do Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR), antes da nomeação de qualquer aprovado em concurso público, a instituição deve abrir concurso de remoção interna.
Assim, após o concurso de remoção, os aprovados serão nomeados para as vagas remanescentes, dentro das regiões já previstas no Anexo IV do PCCR, podendo escolher, de acordo com a classificação final, o local de trabalho, dentre os disponibilizados pela administração superior do MPPB.


Do G1 PB

Postador Sebastião Barbosa

«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário :

receba nossas atualizações no seu Email

PESQUISE AQUI