» » » Professores entram em greve e 380 mil alunos ficam sem aula na Paraíba

Cerca de 380 mil alunos da rede estadual de ensino ficarão sem aulas a partir desta quarta-feira (1), na Paraíba.  Os professores decidiram hoje em  Assembleia Geral da categoria entrar em greve por tempo indeterminado.

De acordo com o presidente da Associação dos Professores de Licenciatura Plena do Estado da Paraíba (APLP), Francisco Fernandes, a greve atinge todas  as escolas do Estado e cerca 16 mil docentes estarão de braços cruzados e 830 estabelecimentos de ensino de portas trancadas.
Francisco Fernandes disse que as principais reivindicações dos professores são: aumento salarial e revisão no Plano de Cargos e Carreira (PCCR)  da categoria.
Ele contou que o governo anunciou aumento de 25% para os professores polivalentes, mas, segundo ele, nenhum educador chegou a receber esse valor. No entanto, os professores agora  querem que esse percentual passe a valer para toda a categoria.
“Em relação ao reajuste, os professores querem que o aumento que o governo deu em janeiro a uma classe apenas do magistério sirva para todos os professores, é isso que se quer”, justificou.
Sobre o PCCR, o sindicalista disse que o pedido é por uma revisão das normas.
“Esse se encontra defasado. Tem 12 anos e está desatualizado em relação a legislação da educação como o Plano Nacional da Educação, a Lei do Piso que não se adequou e uma série de outras questões que precisam ser revistas imediatamente.
Roberto Targino – MaisPB

Postador Sebastião Barbosa

«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário :

receba nossas atualizações no seu Email

PESQUISE AQUI